Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Almirante Tamandaré conquista o título regional de bocha dos JAPs

O artigo 5º do regulamento dos Jogos Abertos do Paraná é bastante específico sobre os objetivos da competição. O primeiro deles já cita que “os JAPs devem promover a integração sócio-esportiva entre várias representações municipais e as pessoas que as integram”. Entre as diversas modalidades em disputa, talvez um dos principais exemplos desta integração é a bocha, que teve o município de Pontal do Paraná como uma das sub-sedes da regional disputada em Guaratuba, integrando também a região litorânea na estrutura dos Jogos.

Equipe de Almirante Tamandaré foi a grande campeã regional dos JAPS na sub-sede de Pontal do Paraná – Fotos: Vinicius Araujo/ SEET

Equipes de quatro municípios pertencentes à regional se encontraram na cancha da Sport Society, no balneário de Shangri-lá, uma das melhores estruturas para a modalidade na região litorânea do estado. Com disputas nas provas de trios, duplas e individual, dois municípios litorâneos e dois pertencentes à Região Metropolitana de Curitiba fizeram algumas das partidas mais técnicas de toda a regional. Fruto da experiência de seus atletas.

A competição teve início ainda no sábado de manhã e quem largou na frente foi a equipe de Paranaguá, que somou 3 pontos no confronto contra São José dos Pinhais (12×7, 12×5 e 12×1). Almirante Tamandaré e Pontal do Paraná tiveram uma partida mais equilibrada, com os donos da casa vencendo a prova de trios (12×7), mas levando a virada nas provas de duplas e individual (5×12 em ambas).

Na segunda rodada, disputada no sábado à tarde, Paranaguá foi superado por Almirante Tamandaré, em outro confronto equilibrado: 2×1 para a equipe da Região Metropolitana, que venceu nos trios (12×9) e nas duplas (12×0), mas foi superado pelos parnanguaras na prova individual (10×12). No segundo jogo Pontal do Paraná sobrou. Vitória de 3 a 0 sobre os sãojoseenses, os quais só conseguiram marcar um ponto na prova de trios (12×1 para Pontal), já nas duplas e individual, o placar teve a diferença máxima a favor de Pontal (12×0 em ambas).

Pontal do Paraná, Paranaguá e Almirante Tamandaré iniciaram a terceira rodada empatados em 4 pontos na classificação, mas somente os tamandareenses tinham somado duas vitórias, e por isso a rodada de domingo seria decisiva. Como já é tradicional na Bocha, o cheiro da carne na churrasqueira já estava no ar desde o início da primeira partida, mas o foco de todos estava dentro da cancha, na disputa entre Almirante Tamandaré e São José dos Pinhais.

O resultado final bastou para decretar o campeão: 3×0 para Almirante Tamandaré, com parciais de 12×1, 12×3 e 12×0. Restou a Paranaguá e Pontal do Paraná disputarem a medalha de prata, e a equipe caseira levou a melhor, vencendo por 2×1 (12×8, 5×12 e 12×2).

Albino Schming, o “Alemão”, é nascido em Coronel Vivida, mas vai representar Almirante Tamandaré em sua cidade natal na disputa da Final B dos JAPs

Com o resultado obtido na sub-sede de Pontal do Paraná, o próximo desafio de Almirante Tamandaré nos JAPS acontecerá em agosto, no município de Coronel Vivida, onde será disputada a fase final da Divisão B dos Jogos Abertos do Paraná. A distância não será um problema, afinal os tamandareenses contarão com um certo “Alemão” em sua equipe.

“Conhecer aquela cidade para mim vai ser uma maravilha!” disfarçou Albino Schming, o ‘Alemão’, logo antes de revelar: “Sou nascido e criado em Coronel Vivida. Então para mim é muito gratificante acompanhar estes meus companheiros de Almirante Tamandaré em minha cidade natal”, comemorou. Schming contou o que seus companheiros devem esperar da cidade-sede da fase final da Divisão B dos JAPs: “Coronel Vivida é uma ‘cidade da Bocha’! Foi lá que aprendi a jogar, e tenho ótimos companheiros! As canchas são muito boas, e tenho certeza que a receptividade vai ser maravilhosa. Levar os colegas de Almirante Tamandaré na minha cidade, vai ainda mais gratificante”, comemorou o atleta.

Perguntado sobre um possível confronto entre Almirante Tamandaré e Coronel Vivida na fase final B, Alemão vestiu a camisa com orgulho: “O coração vai ficar em Coronel Vivida, mas o jogo é por Almirante Tamandaré. Eles que se preparem, porque jogo é jogo”. Satisfeito pela experiência de conquistar o título em Pontal do Paraná, Albino também foi só elogios para esta edição dos Jogos Abertos do Paraná.

“Os JAPS são muito competitivos. Já conhecia todo este pessoal, e jogar contra Paranaguá e o time da casa, Pontal do Paraná, é muito difícil. Tanto que ganhamos por 2×1, pois foram jogos complicadíssimos”, analisou o ‘Alemão’ que parabenizou a sua equipe pelo foco na vitória no domingo. “Hoje foi até um jogo mais fácil. Mas ganhamos por 3×0 porque precisávamos do resultado para garantir o título sem ter que ir para o desempate. Foi muito bom e agradeço aos meus companheiros que se dedicaram bastante. Graças a Deus fomos muito bem recebidos aqui em Pontal, pois são todos parceiros, e isto é gratificante”, concluiu.

Texto e fotos: Vinicius Araujo / SEET

 

Leia também
Receba nossa notícias em seu e-mail.
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...