Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Lobinha marinha solta em janeiro retorna à praia em Pontal

Uma das lobinhas marinhas soltas no mar pelo Projeto de Monitoramento de Praias no dia 30 de janeiro retornou ao litoral do Paraná.

A fêmea jovem da espécie lobo-marinho-do-sul (Arctocephalus australis) foi encontrada na manhã desta quarta-feira (6) na orla no balneário Ipanema, em Pontal do Paraná. Ela foi monitorada pela Polícia Militar, seguindo o protocolo do programa de atendimento à fauna marinha encalhada no Paraná, até a chegada da equipe técnica do Laboratório de Ecologia e Conservação (LEC) da UFPR.

Os técnicos imediatamente identificaram o animal por causa da pelagem que foi descolorida antes da soltura justamente com o objetivo de permitir essa identificação.

A lobinha havia sido solta em alto-mar, dentro dos limites do Parque Nacional Marinho das Ilhas dos Currais, a 6,2 milhas da costa, em frente à Praia de Leste, também em Pontal do Paraná.

Na área, a pesca ou qualquer tipo de exploração danosa à natureza é proibida, além de ser considerado um santuário marinho e berço de diversas espécies. Lá ela poderia se adaptar ao meio natural em segurança. No mesmo dia, foram soltas outra fêmea de lobo-marinho juvenil e uma tartaruga cabeçuda que havia sido encontrada em Guaratuba. Os três animais passaram por reabilitação no Centro de Reabilitação de Animais Marinhos (CreD).

Tratamento para voltar ao mar recomeça

A lobinha agora foi levada novamente ao CreD, em Pontal do Sul, em Pontal do Paraná, onde foi atendida por uma equipe coordenada pelo médico veterinário do projeto. Ela ficará em observação por alguns dias em recinto com enriquecimento ambiental e será medicado, caso necessite.

A próxima etapa será de avaliação quanto a capacidade do animal retornar à natureza e, caso possa ser reintroduzido ao meio ambiente, começará uma nova fase de tratamento. A próxima etapa será de avaliação quanto a capacidade dela retornar à natureza e, caso possa ser reintroduzido ao meio ambiente, começará uma nova fase de tratamento.

Quem encontrar animais marinhos nas praias do Paraná, vivos ou mortos, não devem se aproximar. Pede-se que acione imediatamente o Projeto de Monitoramento de Praias pelos telefones 0800-642-3341 ou 41 3511-8671.

Reveja o vídeo da soltura

Leia também
Receba nossa notícias em seu e-mail.
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...
error: Content is protected !!