Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

PM relata “missão de reconhecimento” na área rural de Guaratuba

Nesta quarta-feira (4), o Pelotão de Patrulhamento Costeiro da Polícia Militar do Litoral realizou uma “missão de reconhecimento” na área rural de Guaratuba. Confira o interessante relato.

Os policiais falam da alegria de moradores de verem a presença da polícia e sobre o “problema das drogas” também nas comunidades de agricultores.

A equipe Tática de Patrulhamento Costeiro era composta por um aspirante a oficial e três soldados e partiu às 8h30 de Paranaguá em uma caminhonete para percorrer a região entre a divisa de Santa Catarina, no Caovi, e o limite com Morretes, na Limeira.

“No primeiro povoado, de nome Comunidade Vitório, um pequeno vilarejo à beira da estrada, foi visualizada, transitando pela via, uma senhora chamada Maurina, de 55 anos de idade, natural de Guaratuba e moradora local. A cidadã demonstrou muita alegria ao encontrar a Polícia Militar. Ela denunciou que o ‘problema das drogas’ retornou à comunidade, e, com entusiasmo, destacou e reconheceu que essa nova modalidade de policiamento trará, novamente, a paz e tranquilidade aos moradores da região”.

“Continuando pelo caminho, após um longo trecho percorrido, a guarnição chegou ao povoado de Cubatão, uma comunidade rural de Guaratuba, que cultiva mandioca, banana e outros produtos de extrema qualidade. A equipe parou no comércio ‘Lanches da Nane’, para uma breve refeição e, já aproveitando a oportunidade, a aplicação do policiamento comunitário. Os policiais foram recebidos pela senhora Elaine, proprietária do estabelecimento. Ela relatou a sua preocupação com a violência crescente na região, destacando, inclusive, o fato de terem havido duas mortes recentemente na localidade, ambas, provavelmente, ligadas ao tráfico de drogas, desgraça que aflige tanto o meio urbano, quanto o rural, atualmente.”

“Os PMs também foram informados sobre a maior festividade da região, que ocorre todos os anos no mês de agosto, a grande Festa de São Joaquim, atividade regional que atrai turistas de várias partes do Estado do Paraná, e também de Santa Catarina. “

“Prosseguindo com a ronda pela estrada, a equipe chegou à ponte sobre o rio Cubatão. Essa obra possui um grande valor para região, tanto para a movimentação dos moradores, como também para o comércio de banana, principal fonte de renda da Comunidade de Cubatão. A primeira estrutura da ponte foi criada pelos moradores locais, em 1991. Atualmente há uma nova edificação, que fez-se necessária, e foi inaugurada no dia 17 de agosto de 2019, maior e mais segura, pois a antiga já estava deteriorada, colocando em risco a integridade dos seus usuários. Os pilares da primeira ponte ainda estão no local. Agora são parte da história da região, e servem como memorial dos nomes daqueles primeiros moradores que a construíram.”

“Mais à frente, os militares chegaram ao povoado de Limeira, onde estavam duas senhoras conversando em frente à Escola Rural Municipal Professora Elvira Detroz Amorim. Os policiais se aproximaram e foram recebidos pela senhora Rosicleia, moradora da região, zeladora e merendeira da Escola Rural. Rosicleia informou que de dia a escola é frequentada por 13 crianças, e de tarde, por 5, sendo jardim e pré-escola.”

“Se apresentou também a senhora Gesiane, responsável pelo Posto de Saúde ao lado da Escola. Ela relatou que na Região de Limeira residem 92 famílias, sendo um total de 264 moradores, tendo por líder comunitária a senhora Nelizia Miranda. Gesiane também forneceu registros da próxima comunidade, denominada Rasgadinho, a qual possui 51 famílias, sendo um total de 175 pessoas, tendo como líder da comunidade o senhor Alberto Inácio Júnior.”

“Finalmente, a equipe policial militar de patrulhamento costeiro, após um longo e exaustivo caminho, chegou à BR 277, retornando da missão às 16h. Os PMs verificaram que as comunidades são, de fato, e como já era esperado, muito carentes da presença policial. Os moradores das localidades patrulhadas receberam com surpresa, e muita gratidão, a chegada dos policiais militares. Simpáticos, e extremamente acolhedores, motivaram a equipe pelo sucesso do trabalho, fomentando o espírito de missão cumprida, e o desejo por novas aventuras.”

Fotos e texto: Patrulha Costeira / 9º BPM

 

Leia também
Receba nossa notícias em seu e-mail.
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...