Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Homem que matou a mulher é condenado a 28 anos

O Tribunal do Júri de Paranaguá condenou nesta quarta-feira (30), um homem que matou a mulher com quem mantinha relacionamento, e depois tentou o suicídio.

O Ministério Público do Paraná atuou na acusação e sustentou a tese de homicídio triplamente qualificado (feminicídio, motivo torpe e meio cruel), acolhida integralmente pelos jurados.

O crime ocorreu em 29 de março de 2018. Inconformado com o fim do relacionamento, o homem teria trancado a porta do quarto em que estava com a vítima no quarto do casal, desferido 21 golpes de faca na então companheira e depois tentado suicídio, cortando os próprios pulsos e o pescoço. Duas crianças, filhas da vítima, estavam presentes na casa na ocasião e ouviram o ocorrido.

Sete jurados (quatro mulheres e três homens), compuseram o Conselho de Sentença do julgamento que resultou na condenação do acusado a 28 anos de reclusão em regime fechado, da qual ele não poderá recorrer em liberdade. A pena é a maior já imposta pelo Tribunal do Júri da Comarca para um único crime.

A 6ª Promotoria de Justiça de Paranaguá ressalta a importância da condenação e da pena para a prevenção geral de crimes contra a mulher, que apresentam números bastante altos no litoral paranaense.

Fonte: MPPR

Leia também
Comentários
Carregando...