Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Projeto que prevê línguas indígenas como cooficiais avança na Câmara dos Deputados

Cacique Juliana Kerexu, da aldeia Tekoá Takuaty, da Ilha da Cotinga – ao fundo. o Porto de Paranaguá. Foto: Projeto Origem

No último dia 8, a Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 3.074/19, pelo qual os municípios que possuem comunidades indígenas passarão a ter os idiomas indígenas como línguas cooficiais.

O projeto tramita em caráter conclusivo e não precisa ser votado pelo Plenário, apenas pelas comissões designadas para analisá-lo. Agora será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ). Em 2019, o texto foi aprovado pela Comissão de Direitos Humanos e Minorias.

Pelo texto aprovado, o reconhecimento garantirá a prestação de serviços e a disponibilização de documentos públicos nas línguas oficial (português) e cooficiais. No Brasil, as cooficiais são adotadas apenas em nível municipal.

O autor da proposta, deputado Dagoberto Nogueira (PDT-MS), disse que no país são faladas atualmente 180 línguas indígenas. São João da Cachoeira (AM), Tacuru (MS) e Bonfim (RR) já aprovaram leis que reconhecem as cooficiais.

No Litoral do Paraná, são reconhecidas comunidades indígenas em cinco dos sete municípios: Antonina, Guaraqueçaba, Morretes, Paranaguá e Pontal do Paraná. 

A aprovação do projeto de lei na Comissão de Cultura aconteceu no dia em que movimento indígena chegou a Brasília para pressionar o arquivamento dos projetos que ameaçam a vida dos povos indígenas no Brasil e que estão em pauta no Congresso Nacional. Desde então, os indígenas realizam manifestações por vacina e contra os retrocessos aos direitos dos povos originários.

O acampamento Levante Pela Terra continua na capital federal cobrando “Demarcação Já” da terras indígenas, contra o chamdo Marco Temporal e todos os projetos de lei que prejudicam os povos indígenas, como o  Projeto de Lei (PL) 490/2007, que abre as terras indígenas para a exploração econômica predatória e inviabiliza, na prática, novas demarcações. 

Foto: Mídia Índia – 14/6/2021

Saiba mais sobre as manifestações: https://www.facebook.com/VozDosPovos/

Acompanhe a tramitação do Projeto de Lei 3.074/19 (Cooficialização das Línguas indígenas):
https://www.camara.leg.br/propostas-legislativas/2204433

Fontes: Agência Câmara de Notícias e Mídia Índia

Leia também
Comentários
Carregando...