Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Evani estréia no rádio contra “fofocas e mentiras”

Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação

A prefeita de Guaratuba, Evani Justus, estreou nesta terça-feira (10) seu programa de rádio para conversar com a população e já mostrou que não vai fugir de polêmicas. Na abertura, criticou quem espalha “fofocas e mentiras”.

A “Tribuna da Prefeita” vai ao ar todas as terças-feiras, das 9h às 11h, pela Rádio Litorânea AM 1540Mhz. Também pode ser acompanhado pela Internet, no site http://www.radiolitoranea.com.br.

Foto: Rádio Litorânea
Foto: Rádio Litorânea

Logo no começo do programa, Evani garantiu que não proibiu nem proibirá os ambulantes de venderem mercadorias na travessia do ferryboat. A prefeita explicou que a proibição foi solicitada pelo DER (Departamento de Estradas de Rodagem) à concessionária do serviço. “Não assinarei proibição alguma e vou defender as famílias que estão lá há anos”, garantiu. Evani comentou que as fofocas contra ela não a incomodam, mas disse que fica indignada quando tiram a tranquilidade das pessoas mais simples.

Apoio dos deputados – A prefeita destacou que os candidatos a deputado federal apoiados por seu grupo foram os mais votados e estão cumprindo o compromisso de ajudar o município. Segundo ela, o deputado Osmar Bertoldi (DEM) já conseguiu R$ 500 mil para a saúde de Guaratuba. Ela ainda comentou que o deputado Fernando Francischini (SDD) só não destinou verbas para a cidade porque assumiu a Secretaria de Segurança.

Também informou que o ex-deputado Angelo Vanhoni (PT), mesmo não tendo sido reeleito, continua apoiando Guaratuba. Evani informou que esteve na semana passada em um encontro organizado por Vanhoni na cidade da Lapa, e que vai ter boas notícias a respeito do programa das cidades históricas, lançado ainda pelo presidente Lula. Evani também elogiou o deputado federal do PMDB, João Arruda, que está defendendo os pescadores de Guaratuba e pediu que todos os vereadores e políticos de oposição consigam que seus deputados tragam nem que sejam “alguns centavos” para a cidade.

Mudança de nome de rua – A prefeita também respondeu um comentário da vereadora Maria Batista, que disse na sessão de segunda-feira (9) da Câmara que sua família estaria “envergonhada” pelo estado da rua que leva o nome de seu pai – travessa Antônio Aníbal da Silva, projeto de lei do vereador Oliveira (DEM) e sancionado por Evani em setembro de 2013.

Evani disse que o pai da vereadora, falecido, era um amigo de muitos anos, e “onde estiver” “deve estar envergonhado” da atitude da filha. “Já consultei o jurídico e a vereadora poderá levar a assinatura dos demais membros da família para solicitar a mudança do nome”, tascou.

Orla – Sobre a interrupção da obra de revitalização da orla comentada na Cãmara explicou: “É simples, o governo estadual não pagou e a empresa parou”.

Nos próximos programas, a prefeita vai responder perguntas enviadas pela população e também vai convidar secretários e vereadores da base para participarem de um bate papo no estúdio.

Leia também
Comentários
Carregando...