Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Desafios da publicidade no Litoral do Paraná

Publicidade e orçamento, um casamento inseparável, mesmo à distância.

Hoje é o dia do publicitário. Dia 1º de fevereiro. Data interessante para escrever minha primeira coluna na vida, a qual vou falar sobre… advinha?

Publicidade óbvio e marketing também.

Mas não vou ficar muito preso aos jargões em english como curtem meus colegas, porque afinal, mano brau, você pode substituir budget por orçamento, como diria a Bela Gil. O intuito aqui é de maneira bem solta e descontraída lançar pílulas com dicas e conhecimento sobre o mercado publicitário, esta loucura que estamos vivendo com a consolidação da internet e as mídias sociais como veículos de comunicação em massa, e como você corajoso empreendedor pode se adaptar rapidamente a tudo isso.

O orçamento neste caso, queridos novos amigos, é o quanto de grana do faturamento de seu negócio você tem separado para divulgar sua marca, suas promoções, seus produtos e seus serviços.

O fato de estarmos aqui no Litoral do Paraná, uma praça que obviamente circula menos dinheiro se comparada às metrópoles e, pior, de maneira sazonal, tornam a brincadeira ainda mais difícil para quem quer viver o sonho do empreendedorismo. Mas não fique borocoxô, pelo menos temos a praia pela manhã não é?

O grande segredo de um bom planejamento de marketing, pautado em um orçamento anual é ele estar atrelado diretamente ao seu faturamento. Afinal marketing vem de vender no inglês e faturamento vem exatamente do mesmo lugar, no bom português mesmo.

A maioria dos pensadores de marketing do planeta sugerem algo entre 2 a 6% do seu faturamento anual separados para o marketing e publicidade. Assim você mensura com mais clareza as suas ações e pode cobrar com mais assertividade seus colaboradores ou sua agência em busca de resultados.

E se você estiver abrindo um novo negócio ou ampliando sua rede em uma nova praça, aí, meu amigo, não tem saída: é tirar o escorpião do bolso e pensar publicidade como um item de investimento desde o comecinho de sua empresa, afinal você compra máquinas, desenvolve seu produto, investe em mobiliário, contrata pessoas e não avisa os seus futuros clientes que você existe?

Quem não se comunica se trumbica, já dizia um maluco que atirava bacalhau na cabeça de seus amiguinhos e foi professor do maior vendedor deste país, Faustão. Mas isso é papo para semana que vem.

Vamo que vamo!

Rafael Alves é publicitário, diretor da Tarrafa Propaganda e da Brava Mídia, há 5 anos desbravando o mercado publicitário a partir do Litoral do Paraná. https://www.linkedin.com/in/rafael-alves-25ab7821

Leia também
Comentários
Carregando...