Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Hospitais do Litoral recebem travesseiros infantis feitos por presos de Cascavel

Foto: Polícia Penal do Paraná

Policiais penais que estão atuando na operação Verão Maior Paraná realizaram na quinta-feira (8) uma ação solidária no Hospital Municipal de Guaratuba e da Maternidade Nossa Senhora dos Navegantes e Centro de Especialidades Médicas, em Matinhos.

Pontal 40 milhões

Os pacientes, gestantes e crianças, receberam pequenos travesseiros que lembram um boneco de pano, confeccionados dentro do sistema prisional paranaense, por meio de um projeto social que emprega a mão de obra de pessoas privadas de liberdade (PPL).

Foram entregues 80 naninhas (como são chamados) produzidas na Penitenciária Industrial Marcelo Pinheiro-Unidade de Progressão (PIMP-UP), de Cascavel (Oeste), por meio do Projeto Educar para o Futuro, uma parceria financiada pelo Conselho da Comunidade de Cascavel e apoiada pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste).

A produção é feita por pessoas privadas de liberdade que trabalham no Setor de Costura da unidade. Os itens são doados mensalmente para hospitais, escolas e entidades que atuam em prol de crianças em vulnerabilidade.

Para o diretor de Segurança Penitenciária e coordenador do Verão Maior Paraná pela Polícia Penal do Paraná (PPPR), João Paulo Schlemper, a atividade é mais uma forma de levar à sociedade os trabalhos desenvolvidos no sistema prisional e que beneficiam a comunidade. “É uma ação voltada para o acolhimento. Foram confeccionados alguns materiais, especificamente as naninhas, demonstrando que a Polícia Penal não está somente atenta às questões de segurança, mas também comprometida com a ressocialização”, afirma.

“A naninha é um afago para a mãe que acabou de ganhar bebê, uma lembrança que ela levará da maternidade. Quem ganha com isso tudo são as mães e seus bebês. Sabemos a importância deste trabalho que a Polícia Penal faz de ressocialização e das atividades dentro dos presídios e cadeias. Uma parceria muito importante”, destacou a enfermeira do Hospital Municipal de Guaratuba, Andressa Schlemper.

Para a gestante Angelita Custódia Bispo, que aguarda o nascimento do filho, a surpresa trouxe conforto e carinho. “Isso é muito importante para nós, gestantes ou mães que acabaram de ganhar os bebês. Ficamos com o coração quentinho, pois estamos aqui, isoladas do mundo e, de repente, vem essa surpresa para o bebê”, disse.

Além das novas mamães, as naninhas serão entregues também para as crianças que recebem acompanhamento especializado na Maternidade e Centro de Especialidades de Matinhos. “Recebemos muitas mães carentes, crianças que passam por atendimentos com especialistas, crianças especiais que necessitam de um carinho a mais. Essa ação é muito importante, estamos felizes por receber, faz a diferença para nós”, explicou a coordenadora do espaço, Jaqueline Ramos.

Leia também

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More