Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Hospital Regional do Litoral entra em greve

Funcionários do Hospital Regional do Litoral, em Paranaguá, entraram em greve na manhã desta quinta-feira (12). Rumo do movimento será discutido em assembleia nesta sexta (13).

De acordo com o Sindsaúde – sindicato da categoria – a adesão chega a 70%. A Secretaria Estadual da Saúde informou ao jornalista Oswaldo Eustáquio, da Gazeta do Povo, que apenas 13% dos funcionários pararam.

Na manhã desta sexta-feira (13), o SindSaúde realiza assembleia em Curitiba para decidir os rumos da greve. Os profissionais também estão mobilizados contra o pacte de medidas que o governador Beto Richa retirou da Assembleia depois das manifestações lideradas pelos professores, mas que poderá voltar à Ordem do Dia na segunda-feira após o Carnaval, dia 23.

O SindSaúde também aponta diversos “calotes” do governo contra a categoria. Leia texto divulgado no site do sindicato:

Pontal 40 milhões

Terço de férias – Desde dezembro, o governo parou de pagar o terço de férias, que é o percentual do salário que os trabalhadores devem recebem quando entram em férias.

Auxílio-Alimentação – O benefício no valor de R$ 103, pago a 1.400 servidores que recebem até dois salários mínimos, também parou de ser pago em dezembro. Com isso, o governo já deve aos servidores o auxílio alimentação referente a dezembro, janeiro e fevereiro.

Horas extras – Em janeiro, o calote foi em direção às horas extras. Quem trabalhou, foi surpreendido com um contracheque que veio sem pagar as horas extras. E todo mundo sabe que com a falta de servidores na área da saúde, são as HE que garantem as escalas nos hospitais.

“Não bastassem os calotes, o governo veio com o seu pacotaço e tratoraço, com objetivo único de abocanhar direitos conquistados pelo funcionalismo. O pacote de maldades vem em forma de dois projetos de lei”.

Leia também

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More