Preso em Guaratuba acusado de crime que comoveu São Paulo

0
Cena do programa Cidade Alerta

A Polícia Civil de Guaratuba prendeu, na tarde desta terça-feira (13), Agenor Alacrino da Silva, acusado de cometer um homicídio que comoveu o Estado de São Paulo em 2014.

O pedreiro estava morando há seis meses no bairro Piçarras e foi capturado pela equipe da Polícia no bairro Nereidas, onde, estava trabalhando em uma obra. A equipe da Delegacia local investigava o caso há cerca de quatro meses.

Agenor na Delegacia de Guaratuba

Agenor Alacrino da Silva, então com 53 anos, é acusado de ter matado Fabiana Graesse, 24 anos, na cidade de Itu (SP).

O motivo do crime seria uma “paixão doentia” de Agenor que não era correspondida pela vizinha ou um caso extraconjugal, segundo duas versões apontadas pelo programa policial sensacionalista Cidade Alerta, que fez uma encenação de como teria acontecido o crime.

Segundo a polícia paulista apurou, o crime aconteceu na calçada do bairro onde Fabiana morava e estava caminhando em direção ao trabalho. Ela foi golpeada com uma faca e não resistiu.

Reportagem conjunta do Correio do Litoral e Jornal de Guaratuba

Assista a repercussão do caso no programa Cidade Alerta:
http://noticias.r7.com/cidade-alerta/videos/loucura-de-amor-mulher-e-morta-por-vizinho-apaixonado-em-itu-sp-15102015

A repercussão na imprensa de Itu

Comente esta notícia