Cohapar anuncia 120 casas para Guaratuba

    Foto: Cohapar

    A Cohapar (Companhia de Habitação do Paraná) anunciou a liberação de recursos para construir 120 moradias populares em Guaratuba. Elas são parte dos três lotes que somam 132 casas, conforme informou o Correio do Litoral em novembro.

    Serão atendidas famílias com renda mensal de até R$ 1.800, que pagam aluguel ou residem em condições irregulares. Com os aportes do governo federal, estadual e prefeituras, as famílias beneficiadas pagarão prestações que vão de R$ 80 até R$ 270 ao mês durante dez anos de financiamento, o equivalente a cerca de 10% do valor do imóvel.

    Os detalhes do projeto foram discutidos, nesta segunda-feira (4), em Curitiba, pelo prefeito Roberto Justus, o diretor de Regularização Fundiária da Cohapar, Nelson Cordeiro Justus e representantes da Caixa Econômica Federal.

    Parcerias

    Os projetos, com 72 e 48 unidades cada, foram selecionados dentro do chamamento público aberto pelo Ministério das Cidades e receberão investimentos de R$ 8,6 milhões do programa Minha Casa Minha Vida, com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR). Além destes dois projetos, o Ministério das Cidades aprovou, conforme a reportagem do Correio, mais 32 moradias.

    Para aumentar as chances de escolha, o Governo do Estado e a prefeitura ofereceram benefícios dentro do projeto, apresentado em parceria com a iniciativa privada. As propostas que continham a previsão de contrapartidas estaduais e municipais tinham prioridade nos critérios do Governo Federal.

    Os incentivos incluem a assessoria técnica da Cohapar e parcerias da Copel e Sanepar para a instalação dos sistemas de energia elétrica, água e esgoto através do programa Morar Bem Paraná. As intervenções ajudam a reduzir os custos do projeto e facilitam a aquisição das casas pela população local.

    Comente esta notícia

    comentários