Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Com menos postos, guarda-vidas acreditam em redução de mortes

Arquivo Correio do Litoral.com
Arquivo Correio do Litoral.com

A Operação Verão nas praias do Paraná começa nesta quarta-feira (23) sem solenidades e com ligeira redução no número de postos de guarda-vidas.

Apesar disto, a expectativa do Corpo de Bombeiros é que nesta temporada ocorra o menor número de afogamentos dos últimos três anos. As estatísticas divulgadas abrangem todo o Estado do Paraná. Em 2015 foram registradas 831 ocorrências de afogamento em todo o Estado, com 45 mortes. Em 2014 foram 1.146 ocorrências e 55 óbitos. Em 2013, houve 1.219 ocorrências e 65 óbitos.

Os números oficiais e completos do efetivo do Estado que será deslocado para o Litoral ainda não foram divulgados. Segundo a Casa Militar informou ao jornal Gazeta do Povo, o efetivo de segurança local será reforçado com 500 bombeiros, 280 policiais militares e 109 policiais civis.

Já se sabe que serão apenas 88 postos de guarda-vidas em todo o Litoral, 11 a menos que os 99 do verão anterior. Guaratuba, Matinhos e Pontal do Paraná terão três a menos em cada cidade.

O efetivo de bombeiros anunciado é de “mais de 600”, incluindo as equipes locais e pessoal administrativo. Guaratuba terá, somando o efetivo local de 30 pessoas, cerca de 170 bombeiros, sendo 70 na administração e atendimento em geral e aproximadamente 100 guarda-vidas, divididos em 26 postos.

Como também houve redução da diária paga aos profissionais que vêm de outras cidades – de R$ 180,00 para R$ 70 – a maior parte dos bombeiros em Guaratuba ficarão alojados no nas demais cidades, os profissionais ficarão hospedados no Quartel. Também foi alugada uma casa com capacidade de 30 pessoas para alojar esta quantidade.

Prevenção

A principal orientação aos banhistas é para que procurem sempre um local protegido por guarda-vida. Em locais onde não existem postos de guarda-vidas, a recomendação é ficar em uma profundidade em que a água não ultrapasse o umbigo.

Na orla da praia ficam distribuídas bandeiras de identificação que indicam a condição do mar naquele local. As bandeiras verdes sinalizam que o ponto é apropriado para banho e que é baixo risco de afogamento. As amarelas mostram que é preciso atenção ao entrar no mar e que o local é de médio risco. As bandeiras vermelhas alertam que o ponto é impróprio para banho, com alto risco de afogamento. As bandeiras amarelas com vermelho delimitam onde estão os postos salva-vidas e, portanto, os locais mais indicados para banho.

Águas vivas

Desde o dia 8 de dezembro, nove acidentes com águas-vivas foram registrados nas praias paranaenses. Os casos aconteceram em balneários de Pontal do Paraná (6) e Matinhos (3).

Na última semana, técnicos da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) percorreram pontos estratégicos no Litoral para identificar a presença do animal. No momento, há uma concentração de águas-vivas no Litoral Norte do Paraná, não afetando tanto os balneários preferidos pelos paranaenses em Pontal do Paraná, Matinhos e Guaratuba. Mas, segundo a Sesa, a tendência é que o número aumente nas próximas semanas.

Leia também
Receba nossa notícias em seu e-mail.
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...
error: Content is protected !!