Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná
Matinhos abril 24 Curtiu a Diferença 1170 250 busao

Estado publica resultado final da licitação do ferry boat, que vai custar R$ 131,8 milhões por 25 meses

Foto: Gustavo Aquino / Correio do Litoral

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (SEIL) publicou nesta terça-feira (20) a declaração de vencedor da licitação para operar a travessia do ferry boat de Guaratuba. A Internacional Marítima Ltda., que havia arrematado a disputa de preços em maio, teve toda a sua documentação analisada e aprovada pela comissão de contratação do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR).

O valor máximo da licitação do ferry era de R$ 132.198.011,44, “calculado com base nos custos da prestação de serviços e fornecimentos de produtos”. O Estado anuncia que irá pagar R$ 131.792.989,44 (valor corrigido após arremate) por 25 meses de operação da travessia, prazo do novo contrato, “o período de obras da nova Ponte de Guaratuba”, segundo informou o governo ao lançar o edital e ao declarar o vencedor. A obra, prevista pelo governo para demorar 24 meses, ainda não começou.

Com a publicação, tem início período de três dias úteis para apresentação de recurso por parte da outra participante, seguido por igual período para contrarrazões, caso haja a necessidade. Em seguida a licitação segue para homologação do resultado, também publicada em Diário Oficial e no portal Compras Paraná, e depois são realizados os trâmites internos para formalizar a contratação.

Estão previstos os serviços e a aquisição de materiais para manutenção dos ferry boats, pontes e flutuantes de propriedade do DER/PR, disponibilização de até três conjuntos de balsa + rebocador (ou ferry boats, além dos três que já estão disponíveis) com capacidade de transporte simultâneo somada de 180 veículos de passeio, estrutura flutuante para manutenção, rebocador para apoio operacional, painel de mensagens variáveis em LED, guindaste móvel sobre pneus, fornecimento de combustível, contratação de toda a mão de obra necessária para a operação, serviços de mergulho e aquisição de demais materiais para serviços correlatos à travessia, entre outros.

Um dos critérios do edital era uma capacidade mínima somada de 360 veículos de passeio simultaneamente, em até seis embarcações, ficando à disposição da empresa os ferry boats do DER/PR. Não poderão ser utilizadas embarcações com capacidade de lotação inferior a 60 veículos, visando garantir a operacionalidade da travessia e evitar formação de filas.

De acordo com estudos técnicos e com base em dados históricos, o volume anual médio de tráfego da travessia da Baía de Guaratuba é de 1.359.990 veículos, incluindo pagantes e usuários isentos.

A Internacional Marítima Ltda. atualmente já opera a travessia desde março de 2022,por meio de contratação emergencial feita sem licitação, que deve ser encerrada em agosto.

Leia também