Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná
Matinhos abril 24 Curtiu a Diferença 1070 200 iluminação

Filme sobre pescador de Superagüi vence mostra nacional de cinema

Foto: Leo Fontes/ Universo Produções – SEEC

O filme paranaense “Lista de Desejos para Superagüi” foi o grande vencedor da 27ª Mostra de Cinema de Tiradentes, um dos mais importantes eventos do gênero em todo o Brasil.

O documentário do curitibano Pedro Giongo levou o Troféu Barroco neste sábado (27) com repercussão positiva entre o público e crítica especializada. A produção foi vencedora da “Mostra Aurora”, a mais importante do evento. A obra teve incentivo do Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura (Profice).

O filme acompanha o cotidiano de um pescador de 70 anos chamado Martelo e da comunidade que habita na Ilha de Superagui. Martelo é um homem farol, aponta sua luz para a vida na ilha e ilumina os desejos dos moradores como ele. A produção registra com sensibilidade os desafios e as lutas da população caiçara, o trabalho duro e digno e certa memória dos tempos antigos da ilha do município de Guaraqueçaba.  

“‘Lista de Desejos para Superagüi’ é uma espécie de filme de resistência a um modelo sistemático do cinema industrial na organização do tempo narrativo. O filme pega um caminho muito raro hoje, onde a matéria inspira a forma, sem nostalgia, sem retórica, mas com certa firmeza. São raros esses filmes narrativos que não nos pedem nada, mas que afirmam uma convicção, muito concreta, muito mundana, nessas imagens e nesse mundo (e nas imagens desse mundo)”, afirmou a equipe curatorial da 27ª Mostra de Tiradentes.

Ainda segundo a equipe de curadores, formada por Francis Vogner dos Reis, Juliano Gomes, Tatiana Carvalho Costa e Rubens Fabricio Anzolin, o filme tem “curiosidade e cuidado com aquilo que filma”. 

REALIZADOR – Pedro Giongo (1986) é artista visual, montador e realizador cinematográfico, com foco principal nos processos da animação stop-motion e no documentário. Seus trabalhos são centrados no pensamento por coleção e no mundo ordenado pela lógica da colagem e da montagem, e tem no livro de artista uma das bases do seu processo de elaboração criativa. Busca traduzir estas estratégias de pensamento em narrativas sonoras/visuais.

Além de seu trabalho pessoal, também atua como montador de filmes, já tendo trabalho em diversas produções de destaque. É um dos fundadores do Estúdio Tijucas, produtora independente criada em 2009 e que realiza seus trabalhos autorais. Seus projetos pessoais e suas colaborações já foram exibidas no 72º Festival de Cinema de Locarno (Suíça), 70ª Berlinale (Alemanha), 38º Festival de Cine Latino de Havana (Cuba), 26º Animafest Zagreb (Croácia), entre outros. Mestrando na Escola de Comunicação da UFRJ, atualmente vive e trabalha entre Curitiba e Rio de Janeiro.

MOSTRA DE TIRADENTES – A Mostra de Cinema de Tiradentes é um dos principais eventos cinematográficos do Brasil e apresenta ao público a diversidade da produção audiovisual brasileira. A programação é abrangente e gratuita, coloca o cinema em diálogo com outras artes e tem atrações artísticas para todas as idades. Além disso, a mostra tem o intuito de criar uma relação horizontal entre cineastas, espectadores e críticos. Para ampliar a experiência, diversas sessões contam com debates com a presença de diretores, equipes de produção e críticos convidados.

Cartaz do filme
Leia também