Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Promessa de união da oposição marca a posse no Podemos de Guaratuba

Denian Couto anunciou emendas para Guaratuba | fotos: Gustavo Aquino / Correio do Litoral

A união das oposições nas eleições de 2024 foi o tema central da cerimônia de posse da Executiva Municipal do partido Podemos, em Guaratuba, no final da tarde desta quinta-feira (7). 

Pontal 40 milhões

O evento também serviu para a confirmação de quatro pré-candidatos a prefeito: Maurício Lense e Jean Colbert Dias, do Podemos; e José Ananias dos Santos e Beto Mendes, do MDB. Os quatro ainda garantiram apoiar o nome que tiver mais condições de vencer o pleito do ano que vem.

Lideranças presentes

A reunião contou com a presença do presidente estadual do Podemos, Gustavo Castro, do deputado estadual Denian Couto e da presidente do Podemos Mulher no Paraná, Angela Garcia. Deninam Couto anunciou a destinação de R$ 200 mil de emendas no Orçamento do Estado para a área da Educação de Guaratuba: R$ 100 mil para o Colégio Estadual Lea Germana Monteiro e R$ 100 mil para o Colégio Estadual Prefeito Joaquim da Silva Mafra.

Entre as lideranças políticas locais estavam os vereadores Edna Castro (Cidadania) e Ricardo Borba (Republicanos), o ex-candidato a prefeito Jonas Maciel, os ex-vereadores Ilson Rhoden “Fleck” e Laudi “Tato”, o ex-vice prefeito Júnior Ananias, a ex-secretária de Turismo e Cultura Elaine Fogaça e diversos potenciais candidatos a vereador nas próximas eleições. Entre os nomes novos da política local, foram citadas as presenças do advogado André Montemezzo e do servidor público Rodrigo Moritz.

Compareceram lideranças e possíveis candidatos a vereador

O compromisso

Jean Colbert tomou posse na presidência do partido; Maurício Lense, na vice-presidência; Eurides Moro na secretaria-geral; Fábio Luís Bilek, na tesouraria; Mara Lúcia Rauh, na presidência do Podemos Mulher; e Leonardo Morais Ribeiro, na presidência do Podemos Jovem.

O primeiro membro da Executiva a discursar, o ex-vereador Mauricio Lense fez uma declaração que mostra o aprendizado nas duas campanhas como candidato a prefeito em que ficou em segundo lugar. “Se a gente não estiver unido, a gente não vai conseguir mudar a realidade desta cidade”, disse. 

“Ninguém é candidato de si mesmo”, reforçou em seu pronunciamento o advogado e ex-vice-prefeito Jean Colbert, ao destacar que a divisão da oposição é a principal estratégia do grupo atualmente no poder municipal, do “suplente de deputado” Nelson Justus (União Brasil) – como ele foi citado. Em conversa com a reportagem, Colbert disse que o grupo pretende uma ampla aliança para vencer as eleições e para governar o município, além das diferenças na política nacional e citou o PT como um dos partidos que podem participar.

O Correio também conversou com o ex-prefeito José Ananias dos Santos e com Beto Mendes e ambos reafirmaram a disposição de se candidatar a prefeito, mas também de apoiar outro nome que vier a ser escolhido. Beto Mendes salientou que também se dispõe a ser vice de uma chapa de união. Ananias mostrou confiança: “O futuro prefeito de Guaratuba sairá deste grupo”.

Gustavo Castro, presidente estadual do Podemos, prestigiou posse

Seis nomes até agora

Além dos quatro nomes, até agora já foram anunciadas como pré-candidatas a ex-prefeita Evani Justus (PSDB), também pela oposição; e a secretária municipal de Educação, Fernanda Monteiro (PSD), escolhida por Nelson Justus e pelo prefeito Roberto Justus.

Leia também

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More