Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Cartilha mostra projeto-piloto em Guaraqueçaba e SC

Clique na imagem e acesse a Cartilha

A participação das comunidades e, ainda mais, a “articulação entre o conhecimento ecológico local e o conhecimento científico” são essenciais para a preservação ambiental.

Esta é uma das conclusões do projeto-piloto desenvolvido em Guaraqueçaba e na APA de Anhotomirim (SC). O trabalho faz parte das ações do projeto “Manguezais do Brasil”.

O resultado foi publicado em uma cartilha que pode ser acessada aqui. A publicação “SocMon Brasil – Síntese das Lições Aprendidas nas Unidades de Conservação Piloto Estação Ecológica de Guaraqueçaba e Área de Proteção Ambiental de Anhotomirim” foi divulgada pelo ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade), nesta quarta-feira (18).

A síntese das lições aprendidas está organizada em três partes. Na primeira, é descrito o Projeto Manguezais do Brasil e de que maneira o SocMon constitui atividades deste projeto.

Na segunda parte, são descritas as atividades realizadas nas duas unidades de conservação, além dos procedimentos, uma síntese dos resultados e principais lições aprendidas. Esta última parte do documento traz uma reflexão das lições aprendidas, das perspectivas de expansão da rede SocMon Brasil e possíveis desdobramentos para o fortalecimento da gestão das áreas marinho-costeiras protegidas no Brasil.

Redação do Correio do Litoral com informações do ICMBio e SocMon Brasil

Leia também
Receba nossa notícias em seu e-mail.
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...