Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Mudança visa ampliar Programa Família Acolhedora de Guaratuba

Foto: Câmara Municipal de Guaratuba

A Câmara aprovou, em segunda votação, na segunda-feira (5), alteração no programa Família Acolhedora para ampliar o alcance do programa.

A partir da sanção pelo prefeito Roberto Justus, autor do projeto, os interessados em acolher crianças atendidas pelo programa não precisarão mais estar residindo há três anos em Guaratuba. De acordo com a justificativa do projeto, a mudança atende pedido da juíza Marisa de Freitas, uma das mentores do programa. Diversas pessoas que não residem há tanto tempo na cidade teriam manifestado interesse em participar do programa.

Outra mudança é a inclusão de um parágrafo na lei que exige que famílias participantes pretendem se mudar da cidade. Nesse caso, terão de apresentar requerimento “fartamente justificado perante à Justiça, que decidirá se autoriza ou não. Leia o PL 1.446 e a Lei 1.714/2017.

No início da sessão, o pastor Heber Robson das Neves Porto, que recebeu uma Moção de Aplausos da Câmara pelo trabalho social com crianças da Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, pode fazer um pronunciamento na Tribuna.

A professora da rede pública estadual Veranice Fátima Massoni utilizou a Tribuna Livre, destinada à população na primeira sessão ordinária de cada mês, para falar sobre “Educação Política” – leia: Opinião: Educação Política no Brasil e em Guaratuba

 

Leia também
Receba nossa notícias em seu e-mail.
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...