Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Direitos dos povos indígenas serão tema de reunião pública no dia 25

Os direitos dos povos indígenas e a regularização de suas terras serão assunto de uma reunião pública na próxima semana, em Curitiba.

De acordo com a Funai (Fundação Nacional do Índio) no Litoral do Paraná existem três áreas indígenas, todas ocupadas pela etnia Guarani:
Ilha da Cotinga, em Paranaguá, com 1.701 hectares, já regularizada
Cerco Grande, em Guaraqueçaba, com 1.390 hectares que foram delimitados. Precisa passar pelas etapas de declaração, homologação e regularização.
Sambaqui, em Pontal do Paraná, com 2.795 hectares, também apenas delimitada.
O Ministério Público acrescenta mais uma terra não regularizada, que fica entre Morretes e São José dos Pinhais, da aldeia Tupã Nhá Kretã.

No Paraná vivem três etnias indígenas: Guarani, Kaingang e Xetá. O estado conta atualmente com 17 terras demarcadas pelo governo federal e outras em processo de regularização, informou o MP na divulgação do evento.

O evento, que contará com a participação de representantes de comunidades indígenas presentes no estado do Paraná, é aberto à população e ocorrerá no edifício-sede do MPPR, em Curitiba.

Direitos humanos
O encontro está sendo organizado pelo Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Proteção aos Direitos Humanos do Ministério Público do Paraná e acontecerá na quinta-feira (25), na sede do MP, no Centro Cívico, em Curitiba.

Nos meses anteriores, foram tema de encontros semelhantes os direitos da comunidade LGBT, a igualdade racial, os direitos dos migrantes, refugiados e apátridas e a soberania e segurança alimentar. Para participar, não é necessário efetuar inscrição.

Reunião Pública – Direitos dos Povos Indígenas
Data: 25 de outubro (quinta-feira)
Horário: 14 horas
Local: Rua Marechal Hermes, 751, Centro Cívico
Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail constitucional@mppr.mp.br ou pelo telefone (41) 3250-4916

Leia também
Comentários
Carregando...