Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Operação Verão com menos crimes e mais abordagens policiais

Balanço parcial da Operação Verão 2018/2019, divulgado na manhã desta sexta-feira (22) apontou redução de 15% nos homicídios e de 29% nos casos de roubo.

“Ao concluir os 60 dias de temporada não perderemos o ritmo e temos pela frente o Carnaval, quando nosso pessoal estará ainda mais atento para oferecer segurança e serviços de qualidade”, afirmou o secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária e coordenador da Operação Verão, general Luiz Felipe Kraemer Carbonell,

Segundo o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Péricles de Matos, equipes de unidades especializadas como o Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e do Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária (BPEC), estarão nas praias para auxiliar o efetivo da Operação Verão. Também haverá reforço de fiscalizações nas rodovias estaduais pelo Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv).

“Vamos ampliar as ações de operação para Morretes, Antonina e Paranaguá. Sabemos que tem um fluxo de turistas que segue para estas cidades turísticas, de modo que teremos cerca de 300 policiais militares a mais [além dos já atuantes no verão] garantindo ao cidadão paranaense e turistas de outras regiões um Carnaval mais seguro”, explica.

A divulgação do balanço ocorreu durante a reunião entre os representantes das secretarias, órgãos e autarquias estaduais no auditório do Sesc Caiobá, em Matinhos. O comandante do 6º Comando Regional da PM (6º CRPM), coronel Valterlei Matos de Souza, coordenou o encontro que contou ainda com a presença de profissionais das áreas de segurança pública, saúde, meio ambiente, trânsito e saneamento básico.

Menos crimes – O comparativo entre esta Operação Verão e a temporada passada (21/12 a 21/02 de cada uma delas) aponta a queda de índices de criminalidade. Segundo as polícias Militar e Civil, nos casos de homicídios, dos 33 casos ocorridos na temporada passada, nesta caiu para 29, uma redução de 15%.

A PM registrou ainda a queda de 29,15% de roubos (de 223 ocorrências para 158) e um aumento significativo de prisões de pessoas com mandados de prisão em aberto, que agora chegou a 109 detidos contra 74 no mesmo período da temporada passada.

Por outro lado, houve aumento no número de pessoas abordadas: 37 mil, 125% a mais que no mesmo período da temporada passada.

13 mortes por afogamento – Nas praias a preocupação do Corpo de Bombeiros é constante em relação aos casos de afogamentos. Desde o início da temporada até agora foram feitos 765 resgates no mar e 13 óbitos registrados, diferente do mesmo período do ano passado, quando houve 1.080 resgates e seis óbitos. As advertências e orientações aos banhistas se mantiveram praticamente estáveis, aumento de 5,34% e queda de 2,30%, respectivamente.

“Os números do segundo mês da operação verão estão muito parecidos com os números do mesmo período da temporada passada. Tivemos um aumento significativo nas orientações e advertências, o que significa que trabalhamos mais fortemente na prevenção dos afogamentos”, explica o coordenador da Operação Verão pelo Corpo de Bombeiros e comandante do 8º Grupamento de Bombeiros, tenente-coronel Gerson Gross.

Polícia Ambiental – Pelo Batalhão de Polícia Ambiental Força-Verde (BPAmb-FV), as ações de fiscalização contra crimes ambientais resultaram na lavratura de 69 Termos Circunstanciados e mais de 670 locais vistoriados pelas equipes policiais. Mais de 100 ocorrências de pesca e flora foram atendidos nesta temporada, além de 4.101 pessoas abordadas pelos policiais militares ambientais.

Foto: Soldado Amanda Morais

Fonte: Marcia Santos / PMPR

Leia também
Receba nossa notícias em seu e-mail.
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...