Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Cerca de 18 mil pessoas prestigiam Festival de Inverno

Um público de aproximadamente 18 mil pessoas prestigiou a 29ª edição do Festival de Inverno da UFPR, em Antonina.

O evento que começou quinta-feira (18) e se estendeu até domingo (21) contou com 25 apresentações artísticas, 10 workshops e oito atividades paralelas, como cicloturismo, caminhada, visita guiada ao Armazém Macedo, espetáculos, jogos e brincadeiras e biblioteca na praça. Subiram ao palco 256 artistas de Antonina, Curitiba, Ilha dos Valadares, Guaraqueçaba e Ubá, do Paraná, além de São Paulo. Os cinco grupos artísticos da Universidade Federal do Paraná (UFPR) também se apresentaram no Festival.

Ao todo, 256 artistas subiram ao palco do 29º Festival de Inverno. Na foto, apresentação do Ballet de Antonina no sábado (20). Fotos: Felipe Bacelar/Prattica UFPR

De acordo com o chefe da Unidade de Programação Cultural da Pró-reitoria de Extensão e Cultura (Proec) da UFPR, Vinícius Costa, a avaliação do evento é positiva tanto para a comissão organizadora quanto para a comunidade antoniense, que também se manifestou pelas redes sociais. “Houve uma circulação intensa na cidade, com grande ocupação da rede hoteleira. Sem as conexões, como o próprio tema do evento traz, não seria possível realizar o Festival”. Ele ainda acrescenta que a comunidade antoniense, a Prefeitura de Antonina, os grupos artísticos da UFPR e os patrocinadores e apoiadores institucionais foram essenciais para a realização do evento.

Apresentação da Filarmônica Orquestra Show

Moradores de Curitiba, Aguinaldo César Neyer, 54 anos, e Dalva Inês Huf, 50, prestigiaram a atração Rosa Armorial, show em homenagem ao compositor Guerra-Peixe, na noite de sábado. “O Festival é muito importante. Precisamos muito de cultura. É uma oportunidade aos artistas e de acesso ao público”, considera o casal.

Biblioteca móvel BiblioSesc foi uma das novidades, com livros, oficinas infantis e contação de histórias. Foto: Felipe Bacelar/Prattica UFPR

Uma das novidades da programação deste ano foi a unidade móvel de biblioteca BiblioSesc. Além do acervo de cerca de 3 mil livros de literatura, o espaço montado na Praça Coronel Macedo teve oficinas infantis e contação de histórias. “O caminhão da BiblioSesc cumpriu seu papel dentro do Festival, que é atingir a comunidade em geral e possibilitar o acesso à literatura. Foi muito positivo, com grande circulação de pessoas”, avalia Mayara Elisa de Lima Círico, analista de literatura do Serviço Social do Comércio (Sesc) do Paraná.

Esta edição do Festival foi patrocinada pela Copel, pelo governo do Paraná e pela Caixa Econômica Federal, e reuniu o empenho de parceiros institucionais e apoiadores, entre os quais Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Fecomércio e governo federal. A realização foi da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proec) da UFPR e da Prefeitura de Antonina.

A 30ª edição deve ocorrer na segunda quinzena de julho do ano que vem. Será formada uma comissão organizadora e, depois, uma comissão curatorial composta por representantes da comunidade antoniense, Prefeitura de Antonina e servidores da UFPR.

Por Chirlei Kohls – Parceria Superintendência de Comunicação e Marketing (Sucom) e Agência Escola de Comunicação Pública e Divulgação Científica e Cultural da UFPR

Leia também
Comentários
Carregando...