Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Júri em Paranaguá condena quatro homens a penas que somam 90 anos

O Tribunal do Júri de Paranaguá condenou nesta semana, após 2 dias de julgamento, quatro réus por tentativa de homicídio contra dois guardas municipais.

O crime foi cometido em fevereiro de 2016, quando os quatro homens, que pertenceriam à “Gangue da Rapa”, atacaram um módulo da Guarda Civil na ponte da Ilha dos Valadares. Na ocasião, os réus se aproximaram do módulo a pretexto de pedirem ajuda, e um deles sacou uma pistola e um revólver e efetuou diversos disparos contra os guardas, que, apesar de feridos, conseguiram escapar do atentado.

As penas variaram de 15 anos e um mês a 31 anos e 9 meses. Além das acusações de dois homicídios tentados duplamente qualificados (dissimulação e motivo torpe), os réus responderam também por tráfico de drogas, associação para o tráfico, porte ilegal de armas de fogo de uso permitido e de uso restrito e receptação.

Todos estão presos desde a época do crime e não poderão recorrer da sentença em liberdade. Um quinto acusado, que teria sido usado como “isca” para atrair os guardas municipais para fora do módulo, foi absolvido.

A juíza de Direito, ao ler a sentença condenatória de 90 páginas, destacou que se tratou de um julgamento histórico para a comarca, no qual apenas a votação dos mais de cem quesitos apresentados aos jurados levou quase 3 horas.

Leia também
Receba nossa notícias em seu e-mail.
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...
error: Content is protected !!