Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Homem assassinado em Guaratuba foi bombeiro em Joinville

Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville lamentou morte de “Pira”, como era conhecido

O homem assassinado na segunda-feira (14) em Guaratuba, que já havia sido identificado pelo Correio do Litoral como Clésio Maximiano Torres, era bombeiro aposentado e morava em Joinville (SC).

A informação foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville que divulgou uma nota lamentando o falecimento. “Pira”, como era conhecido entre os colegas, tinha 54 anos e trabalhou durante 32 anos na corporação até junho de 2017, quando se aposentou. Seu corpo será velado nesta terça-feira na Capela 1 da Funerária São Jorge (R. Porto União, 1106 – Anita Garibaldi) e o sepultamento será no Cemitério Cristo Rei (Rodovia do Arroz, 3.316 – Vila Nova). O horário não foi divulgado.

Segundo a Polícia Militar de Guaratuba, duas jovens testemunhas do homicídio contam que Clésio deu carona apar elas na noite de domingo (13). Eles conversavam e ouviam música na casa delas quando um dos moradores, um adolescente de 17 anos, saiu do quarto e matou o visitante a facadas, roubou seu carro e seu dinheiro e fugiu.

O menor de idade suspeito de ser o autor do crime, natural de Joinville, foi preso na noite desta segunda-feira (14), em Curitiba, pela Polícia Militar e transferido para Guaratuba.

Leia também
Comentários
Carregando...