Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Polícia diz que identificou 54 autores de queimadas em Guaratuba

Fotos: PCPR

A Polícia Civil informa que instaurou mais de 90 procedimentos, entre os meses de março e junho, para investigar crimes de incêndio florestal, emissão de fumaça e destruição da vegetação nativa em Guaratuba. Destes, 54 já tiveram autorias identificadas, sendo que 32 já foram concluídos e remetidos ao Poder Judiciário.

Segundo a Polícia Civil do Paraná (PCPR), além destes há mais 59 encaminhamentos da Secretaria Municipal do Meio Ambiente que ainda estão em fase de diligências e análise. Somente nos dias 18 e 28 de maio, a Civil foi informada de 28 focos de incêndio e queimadas flagradas pela Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, em Guaratuba.

O aumento substancial nos focos de incêndio urbano e ambiental foi percebido no mês de março, devido a prolongada estiagem. “Menos de 15% destes referem-se a queimadas em lotes, a maioria dos focos são relacionados a queimas de lixo e pequenos incêndios que, acabam perdendo o controle, e, além de causar o transtorno da fumaça, colocam em risco edificações”, informa a PCPR.

O delegado do 8º Distrito, de Guaratuba, Leandro Stabile, alerta que queimar lixo configura infração administrativa passível de multa, podendo também configurar crime ambiental. “Pedimos a contribuição da população para identificar os autores das queimadas e, especialmente, apelamos para a educação e bom senso: não queime lixo, separe-o, doe para reciclagem, aguarde o recolhimento do serviço de coleta”, ressalta.

Stabile ainda frisa que áreas de proteção ambiental não perdem a sua natureza em razão da limpeza clandestina do lote, mesmo após a queimada a área continua sob proteção do estado e qualquer edificação construída no local pode ser objeto de ação coercitiva com a remoção dos moradores e demolição de construções.

A PCPR conta com o apoio da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Secretaria do Meio Ambiente e da Segurança de Guaratuba no combate e responsabilização de autores deste tipo de crime.

Denúncias – Em caso de flagrante de incêndio ou queimada, o denunciante pode acionar imediatamente a Polícia Militar (190) e Corpo de Bombeiros (193). Informações sobre suspeitos e autorias, podem ser fornecidas – de forma anônima – pelo telefone da Delegacia da PCPR em Guaratuba, através do número (41) 3472-1202 ou WhatsApp da unidade policial (41) 9 9927-7091.

 Fonte: PCPR

Leia também
Comentários
Carregando...