Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Guaratuba vai aumentar oferta de especialidades com Consórcio Metropolitano de Saúde

Reunião com os vereadores – Foto: Prefeitura de Guaratuba

Após um ano de negociações, Guaratuba ingressou no Consórcio Metropolitano de Saúde do Paraná (Comesp), formado por Curitiba e outros 27 municípios. O Conselho Municipal de Saúde e a Câmara de Guaratuba já haviam aprovado no ano passado o ingresso do município no consórcio. Mas o ingresso só foi efetivado depois que o Conselho dos Secretários de Saúde e os prefeitos da região metropolitana aprovaram o pedido de ingresso de Guaratuba.

O anúncio foi feito pelo prefeito Roberto Justus e pelo secretário municipal da Saúde, Gabriel Modesto, em um vídeo. Na tarde desta segunda-feira (22), o prefeito, o secretário Modesto e o chefe de Gabinete, Toni Caldeira, foram até à Câmara falar sobre a conquista aos vereadores.

Para a entrada no consórcio, a Secretaria Municipal da Saúde realizou várias visitas técnicas ao Centro de Especialidades do Paraná. Representantes do Comesp estiveram em Guaratuba em três oportunidades.

O consórcio é uma união dos municípios para fazer exames e atendimentos especializados, Guaratuba já possui esse acesso ao atendimento especializado através da Central do Estado, mas no caso de algumas especialidades, a oferta não supre a alta demanda. Outro complicador é que dentro do sistema estadual os exames diagnósticos só podem serem feitos dentro de alguma especialidade, ou seja, se o paciente necessita de uma endoscopia, teria que ser encaminhado primeiramente para um gastroenterologista em Curitiba. “Com o consórcio ganhamos mais autonomia, se o médico aqui entender que necessita de um exame desse tipo, dentro do protocolo que estamos instituindo, temos a possibilidade de financiar esse exame e outros”, explica o secretário Gabriel Modesto.

O consórcio contrata serviços na rede privada de saúde de Curitiba e Região Metropolitana, que é bem ampla, trabalhando com escalas. Muitos desses locais trabalham com preço de tabela SUS, o que permite financiar o maior número de exames com menos recursos.

A entrada do município no Comesp ainda permitirá o credenciamento de clínicas particulares de Guaratuba de forma complementar ao SUS. Também poderão ocorrer mutirões de saúde dentro dos serviços de saúde da cidade com financiamento de atendimentos no preço tabelado do SUS.

“Uma grande conquista para a saúde da população, poderemos fazer um atendimento mais qualificado em média e alta complexidade, o Município passa a ter mais autonomia em gerenciar sua fila”, afirmou o prefeito Roberto Justus.

O atendimento em saúde de média e alta complexidade é dever do Estado, mas também o município deve garantir e fazer a gestão do acesso da população. “Quando eu tenho uma atenção secundária fortalecida, eu também fortaleço a atenção primária que é o nosso foco, permitindo que os nossos médicos possam ter acesso a exames que os permitam fazer um tratamento mais assertivo no paciente ou que não demande encaminhar esse paciente para fora”, destacou Modesto.

Leia também
Comentários
Carregando...