Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Tartaruga é devolvida ao mar depois de dois meses de tratamento

Após tratamento, uma tartaruga-cabeçuda (Caretta caretta) se recuperou e voltou para o mar, na semana passada. Ela foi resgatada no mês de janeiro e encaminhada ao Centro de Reabilitação, Despetrolização e Análise da Saúde da Fauna Marinha (CRED) da Universidade Federal do Paraná (UFPR), em Pontal do Paraná.

Segundo a equipe do Laboratório de Ecologia e Conservação, o animal foi devolvido em área distante da costa, na região ao norte do Parque Nacional do Superagui, próximo a bela Ilha da Figueira. “É um momento muito emocionante para a equipe do nosso projeto porque esse animal chegou muito debilitado, com marcas de redes de pesca e defecando lixo”, afirmou o médico veterinário Fábio Lima.

✅ Entenda o histórico clínico da tartaruga

🐢 A tartaruga foi entregue à equipe do LEC-UFPR, que realiza o Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) no Paraná, por pessoas locais que a encontram debilitada. O animal apresentava lesões profundas na nadadeira direita, na carapaça, plastrão (“barriga”), cabeça e pescoço, e algumas fraturas, incluindo a exposição óssea.

🐢 Recebeu os primeiros tratamentos para a estabilização, passou por raios-X para que a equipe pudesse entender o nível de comprometimento dos vasos sanguíneos do animal na área da lesão. Após procedimentos para facilitar a cicatrização das lesões e tratamentos para que ela eliminasse os lixos que tinha ingerido, o animal melhorou até que foi considerado apto para soltura.

🎬 Assista o momento que a tartaruga-cabeçuda voltou para a natureza.

Fonte: LEC-UFPR

Comentários
Carregando...