Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Guaratuba inicia programa na Microbacia do Cubatão

Detalhe da microbacia do rio Cubatão – Imagem: Google

cubatao-microbacia27jul2016A Prefeitura de Guaratuba e o Emater reuniram, nesta quarta-feira (27), produtores rurais para discutir a execução do programa de drenagem da microbacia do rio Cubatão. A reunião de trabalho, no salão paroquial da Igreja São Joaquim, também serviu para tratar da manutenção da estrada, da coleta de lixo reciclável e ainda para ampliar a participação dos artesãos e agricultores na feira de artesanato do verão. Cerca de 20 produtores participaram.

Drenagem – O secretário municipal de Pesca e Agricultura, Paulo Pinna, e os extensionistas do Emater Amilcar Santos, Paulo Rocha e Paulo Barbosa apresentaram o Programa de Gestão do Solo e Água na Microbacia do Cubatão que vai beneficiar mais de uma centena de propriedades e a maior parte da comunidade local. Um trabalho de limpeza de drenos será feito em 40 propriedades de agricultores familiares e um serviço de macrodrenagem que terá reflexos em toda a microbacia.

A reunião serviu para apresentar os responsáveis pela empresa que venceu a licitação do serviço e definir com a comunidade as etapas da execução. Amilcar Santos destacou que a própria comunidade via fiscalizar os trabalhos e confirmar a realização dos serviços. Serão investidos cerca de R$ 200 mil em recursos do Estado.

Além da drenagem, as 85 propriedades de agricultores familiares da região receberão adubo orgânico. De acordo com o extensionista Amilcar Santos, das quatro microbacias do Litoral do Paraná, apenas Guaratuba conseguiu os recursos. Segundo ele, em virtude da regularidade das contas do Município.

Titulação de terras – Pinna ainda fez um relato das ações que estão desenvolvidas na área rural, com destaque para a regularização fundiária que está sendo feita em parceria com o Emater e com o Instituto de Terras, Cartografia e Geociências do Paraná (ITCG). Na região do Limeira, 40 proprietários deverão receber os títulos das terras que ocupam e que pertencem ao Estado. Outros 40 agricultores terão o georreferenciamento realizado pelo ITCG e o processo de usucapião coletivo realizado com apoio da Prefeitura e Governo do Estado.

O secretário municipal de Obras, Viação e Serviços, Roberto Hishida, falou sobre a manutenção da Estrada Geral do Cubatão e da Estrada do Limeira, que tem sido elogiada pela comunidade rural. Hishida alertou que em pouco tempo as reservas de saibro vão acabar e pediu apoio dos agricultores na localização de novas jazidas.

O secretário do Meio Ambiente, Elcio Veiga, explicou as restrições legais para retirada do seixo dos rios e as dificuldades de licenciamento para retirada de saibro. A área rural fica toda dentro da Área de Proteção Ambiental – Apa de Guaratuba.

Ao final da reunião, as equipes da Prefeitura e Emater foram junto com alguns agricultores verificar uma jazida de seixo de vala em uma propriedade. Acompanhou a verificação o diretor da Secretaria de Obras, Márcio Tarran. Hishida ainda informou que o município vai licitar o projeto da nova ponte sobre o rio Cubatão, a maior reivindicação da comunidade. De acordo com ele, o projeto será encaminhado ao serviço estadual Paraná Cidade, que terá de financiar a obra.

Coleta seletiva – O secretário do Meio Ambiente falou sobre a coleta do plástico que protege a banana iniciada neste mês de julho em parceria da Prefeitura com a Associação dos Catadores Acamares e um antigo morador do Cubatão, Juvêncio Emídio de Souza. Ele explicou que o caminhão faz a coleta toda sexta-feira e pediu que os produtores reúnam os sacos plásticos e outros materiais recicláveis para facilitar o serviço. A coleta de recicláveis domésticos será a próxima etapa do programa.

Artesanato e agroindústria familiar – O vice-prefeito e secretário de Turismo e Cultura, Vandir Esmaniotto, e a diretora da Secretaria Debura Aquino conversaram com o extensionista Paulo Rocha sobre a participação da agroindústria familiar na Feira de Artesanato de Verão e apresentaram o projeto aos presentes. Na temporada passada, moradores da região expuseram na feira peças artesanais feitas com cipó preto e outros materiais da região. No próximo ano, a participação poderá ser aumentada com a regularização que está sendo feita em parceria com o Município de alguns fabricantes de compotas de palmito, pepino e outros produtos.

Internet – Vandir Esmaniotto também se dispôs a ouvir reivindicações da comunidade para informar a prefeita Evani Justus. Os presentes reclamaram da constante falta de sinal de internet das operadoras Vivo e Tim, que são as que atendem a área rural. O vice-prefeito e os secretários prometeram dar uma resposta para a reclamação.  

Leia também
Comentários
Carregando...