Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Polícia Ambiental vai ouvir reclamações dos pescadores de Guaratuba

A prefeita de Guaratuba, Evani Justus, e o secretário municipal da Pesca e Agricultura, Paulo Pinna, vão conversar, nesta quarta-feira (12), com representantes da Polícia Ambiental para expor as reivindicações dos pescadores, que reclamam da falta de critérios claros e até de “truculência” na fiscalização.

Na reunião, que acontecerá no Gabinete da prefeita, estará presente o capitão Durval Tavares Júnior, responsável pelas operações de fiscalização da pesca durante a Operação Verão e acusado de “truculência” pelos pescadores.

No dia 21 de fevereiro, o governador Beto Richa prometeu uma solução para os conflitos entre a comunidade pesqueira e os órgãos estaduais. Richa falou com os presentes pelo viva-voz do telefone do deputado Nelson Justus, durante a reunião realizada na Colônia de Pescadores Z7.

Uma semana depois da reunião com os pescadores de baía na Colônia de Pescadores, Nelson Justus conversou com os pescadores “de fora” – que pescam no mar e não na baía –, no dia 28, na Câmara Municipal, desta vez junto com os vereadores Catia Silvano, Mordecai de Oliveira, Laudi Carlos de Santi, Artur Santos e Maria Batista.

Entre outras coisas, os pescadores de mar aberto reclamam que a exigência do TED [dispositivo de escape para tartarugas, turtle excluder device, em inglês] traz sérios prejuízo à pesca, pois deixa escapar grande quantidade de camarão, principal fonte de renda para eles. O assunto deverá ser tratado com o Ibama.

IAP e Ibama – Nelson Justus também está agendando reuniões dos pescadores e com o Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para discutir algumas divergências entre os próprios órgãos públicos na fiscalização para a pesca artesanal da baía e para a pesca de mar aberto. A primeira deve acontecer em Guaratuba e a segunda no escritório regional do Ibama, em Curitiba.

O início das discussões começou com uma audiência pública organizada, no dia 30 de outubro, pela Sempa com a participação das diversas comunidades de pescadores – de mar, da baía e ribeirinhos – com os órgãos fiscalizadores estaduais e federais.

Iniciada obra da carreira de barcos

Também no dia 21 de fevereiro, Evani e Nelson Justus também acompanharam o início das obras da prefeitura para revitalizar a carreira e o trapiche de barcos no terreno da antiga Cooperativa de Pescadores de Guaratuba.

Paulo Pinna fez um breve relato do esforço para resgatar o terreno, que já constava como propriedade de uma empresa de empreendimentos imobiliários e que foi resgatado na Justiça pela Colônia Z7.

O deputado afirmou que o município de Guaratuba tem uma dívida com os pescadores e que a revitalização do espaço, com infraestrutura adequada que possa atender pescadores, turistas e moradores, além de contribuir para o desenvolvimento do município é parte do pagamento desta divida.

Feira – A prefeita Evani anunciou outro projeto de sua administração, a construção da Feira Artesanal de Pescados. “Vamos resgatar a cultura do município, com os pescadores e ribeirinhos trazendo seus produtos para serem vendidos como faziam no passado”, disse.

Leia também
Receba nossa notícias em seu e-mail.
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...
error: Content is protected !!