Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Começa dia 15 em Pontal do Paraná o tour do “Cinema na Praça” pelo Estado

Abertura do Projeto Cultural contemplado na Lei Paulo Gustavo e realizado pela Secretaria de Estado da Cultura do Paraná e Casa do Verbo Assessoria Cultural será em seis cidades do Litoral.

Foto: Arquivo Casa do Verbo

A Caravana Cultural do “Cinema na Praça” que vai mobilizar uma grande equipe de profissionais do âmbito da Cultura, já está com as malas prontas para levar gratuitamente sessões de cinema a espaços públicos de 65 cidades paranaenses.

Pontal 40 milhões

O projeto concebido pela Casa do Verbo Assessoria Cultural, foi contemplado na Lei Paulo Gustavo em seu âmbito estadual. É o único projeto do interior contemplado no edital realizado pela Secretaria Estadual de Cultura do Paraná.

Cada cidade receberá a Caravana Cultural por dois dias, em que acontecem quatro sessões gratuitas.

A viagem do “Cinema na Praça” pelo Paraná, começa em fevereiro e termina em setembro. A primeira das oito rotas a serem percorridas pelo projeto será em seis cidades do Litoral.

PONTAL DO PARANÁ TERÁ DOIS DIAS DE CINEMA NA PRAÇA

O primeiro município a receber o “Cinema na Praça” vai ser Pontal do Paraná, sempre em Praia de Leste. Serão dois dias de projeções. Na quinta-feira, 15 de fevereiro, às 19h, será exibido o filme “LINO – UMA AVENTURA DE SETE VIDAS”. Às 21h será a vez de o público assistir o sucesso nacional “O PALHAÇO”, que tem como protagonista o ator Selton Mello.

No dia 16, às 19h será exibido o filme “AS AVENTURAS DO AVIÃO VERMELHO” e às 21h, tem ”MARIA DO CARITÓ” com a atriz Lilia Cabral. 

Depois de Pontal, o “Cinema na Praça” vai para Matinhos (17 e 18/02), Guaratuba (19 e 20/02), Antonina (21 e 22/02), Morretes (23 e 24/02) e Paranaguá (25 e 26/02).

A segunda rota do projeto, acontece em março e contempla as cidades de Dr. Uysses, Rio Branco do Sul, Balsa Nova, Campo do Tenente, Agudos do Sul e Piên. Para conhecer as datas das exibições do Cinema na Praça nestas e em todas as outras cidades que receberão o projeto, consulte o site oficial do projeto.

SELEÇÃO DE FILMES FOI REALIZADA POR CURADOR ESPECIALIZADO

Os filmes pré-selecionados são uma mescla de produções que incluem direções de mulheres (Suzana Garcia e Julia Resende), diretores negros (Lázaro Ramos), temas tipicamente brasileiros (O menino da porteira, O tempo e o vento), além de filmes que abordam pessoas com deficiências (Colegas e Filho Eterno). Também apresenta uma lista com boas indicações para o universo infantil, incluindo animações e live-action. Umas das indicações trata-se de um filme paranaense (O armário mágico). Filme de época que retrata uma família de judeus que vivem no sul do Brasil no final da Segunda Grande Guerra e que vivem as angústias da perseguição nazista mesmo em solo brasileiro.

ENQUETE NAS REDES SOCIAIS VAI DECIDIR OS DOIS FILMES QUE SERÃO EXIBIDOS EM CADA CIDADE

Nos dias que antecedem a realização do evento, a produção do Cinema na Praça promoverá uma enquete online nas redes sociais. A população poderá votar para escolher dois dos seis filmes nacionais previamente selecionados pela curadoria do projeto. Os filmes escolhidos pela maioria serão exibidos nos dias programados.

PROJETO POSSUI ESTRUTURA QUE RESPEITA ACESSIBILIDADE E MEIO-AMBIENTE

Uma carreta baú equipada com um moderno sistema de exibição cinematográfica, contendo painel de Led de 2,5m x 6m, iluminação e sistema de som de alta qualidade estacionará no local escolhido para a realização do projeto.

O “Cinema na Praça” também pensou na comodidade do público, e oferecerá 400 cadeiras e cinquenta tatames. Uma barraca inflável com a identificação visual do projeto servirá de espaço para que o público faça fotos para postar em redes sociais.

O público que comparecer às exibições do “Cinema na Praça”, vai ter pipoca de graça, e para recolher os resíduos produzidos, a organização disponibilizará oito lixeiras que serão dispostas em pontos estratégicos. Entre outras medidas que visam respeitar o meio-ambiente, está a divisão das rotas que limita a distância máxima entre todas as cidades a serem percorrida em 60km.

As medidas de acessibilidade para pessoas PCD, também serão respeitadas. As projeções do projeto “Cinema na Praça”, contarão com equipamento para audiodescrição para atender o público cego ou com visão reduzida, e também com legendas descritivas para o acesso de pessoas com deficiência auditiva.

EQUIPE

Com 30 anos de experiência em projetos Artísticos Culturais, Francisco Pinheiro, que tem na bagagem passagens como secretário municipal de Cultura de Maringá assume a função de Coordenador Geral do Projeto. Braço direito do coordenador, a produtora Cultural Rô Fagundes é a responsável pela Produção Executiva. A Coordenação Técnica é Milton Lima, que tem 30 anos de experiência em projetos de música, teatro, dança, circo e audiovisual. A curadoria dos filmes é de Rodrigo Gontijo, professor universitário na graduação de Comunicação e Multimeios da Universidade Estadual de Maringá. Léo Faria atuará na execução das políticas de acessibilidade e arte inclusiva.

O projeto “Cinema na Praça” tem apoio do Governo Federal através do Ministério da Cultura por meio da Lei Paulo Gustavo e do Governo do Paraná através da Secretaria Estadual de Cultura.

REDES DO PROJETO

SOBRE O PROJETO:

Cinema na Praça é um projeto do Governo do Estado do Paraná executado pela Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura, Superintendência-Geral da Cultura e Casa Civil – Governadoria. Nas duas edições realizadas, contou com a parceria da Renault, por meio do Programa Paraná Competitivo.

O objetivo é levar o entretenimento do cinema e proporcionar o acesso à cultura de forma gratuita para espectadores de municípios do interior do Paraná que não possuem salas de exibição.

Os filmes são concedidos pela Motion Picture Association of America – associação comercial americana que representa os principais estúdios cinematográficos de Hollywood. A programação conta com acessibilidade, disponibilizando as primeiras fileiras para pessoas com deficiência, idosos e gestantes. Todos os filmes têm classificação livre para que todas as famílias tenham acesso à iniciativa.

O projeto Cinema na Praça está previsto no Plano de Governo – projeto 238, Sistema Integrado de Gestão, Avaliação e Monitoramento, dentro da linha de Fortalecimento de Políticas Públicas de Cultura.

O projeto Cinema na Praça é realizado com recursos da Lei Paulo Gustavo – através do Ministério da Cultura do Governo Federal e realizado no Paraná pelo Governo do Estado através da Secretaria Estadual de Cultura, com produção à cargo da Casa do Verbo Assessoria em Gestão Cultural.

Leia também

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More