Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná
Matinhos Matinhos abril 24 Curtiu a Diferença 1070 200 iluminação

Ministérios vão apoiar destinos da pesca esportiva

Os ministérios da Pesca e Aquicultura e do Turismo plano de ações para promover e estruturar os destinos da pesca amadora e esportiva. Um dos desafios é resolver os conflitos com a pesca profissional.

Em parceria com a Associação Nacional de Ecologia e Pesca Esportiva (Anepe), os órgãos vão promover o Campeonato Brasileiro e da Copa do Mundo de Pesca Esportiva, o que ainda é inédito no Brasil.

O termo de cooperação entre os ministérios é norteado por eixos temáticos, que compõe as ações executivas para alcance dos resultados que culminarão para o desenvolvimento da atividade e o turismo de pesca nacional.

Conheça os eixos temáticos propostos pelo Plano de Ação de Pesca Amadora/Esportiva:

1. Fortalecer o segmento de turismo de pesca.
2. Identificar e propor estratégias para o desenvolvimento de destinos e roteiros turísticos relacionadas ao turismo de pesca.
3. Avaliar os conflitos decorrentes da pesca profissional e da pesca amadora que impactem na atividade turística.
4. Conhecer o perfil dos turistas nacionais e internacionais que visitam o País tendo como motivação o turismo de pesca, bem assim as principais características da viagem.
5. Conhecer a oferta turística brasileira relacionada ao turismo de pesca.
6. Participar, divulgar ou realizar eventos relacionados ao segmento de turismo de pesca.
7. Promover a articulação junto às instâncias governamentais e não-governamentais dos setores do turismo e da pesca amadora.
8. Fornecer informações estratégicas para o processo de planejamento turístico dos estados e municípios.

Segundo o Ministério do Turismo, o Brasil, apesar de contar com um milhão de adeptos e ter realizado 140 torneios no último ano, ainda não conhece o impacto desse esporte na economia.

Fontes: MPA e MTur
Foto: Fish TV / Guaratuba
Leia também