Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná
Matinhos Matinhos abril 24 Curtiu a Diferença 1070 200 iluminação

Pontal do Paraná foi selecionada em projeto de bolsas e cursos de Tecnologia da Informação

Pontal do Paraná está entre as 50 cidades do Estado selecionadas para participar do projeto Talento Tech Paraná, que vai fornecer bolsas de até R$ 1.500 e um computador para estudantes de Tecnologia da Informação.

O projeto será implementado pela Secretaria de Estado do Planejamento, em parceria com as secretarias estaduais de Educação e de Inovação, Modernização e Transformação Digital, Celepar (Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná) e Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG).

Nesta segunda (1º) o prefeito Rudão Gimenes esteve em Curitiba, no auditório da Celepar, onde assinou o termo de adesão, garantindo, inicialmente, 20 vagas ofertadas à cidade. O projeto prevê a formação de 60 alunos do município em três anos.

Os cursos terão duração de um ano com 800 horas/aula na modalidade EAD (Ensino à Distância) e vão capacitar estudantes de ensino médio e superior de instituições públicas nas áreas de Tecnologia da Informação (TI) e Comunicação, em parceria com grandes empresas mundiais de tecnologia como Google e Microsoft.

“O objetivo é que os alunos, depois de formados, possam atuar na área de tecnologia, produzindo para grandes empresas de renome mundial sem sair de Pontal do Paraná”, adiantou o prefeito. Defensor das políticas de geração de emprego e renda, Rudão também explicou que os estudantes receberão, durante o curso, uma bolsa-auxílio e um computador, e que poderão ser contratados após a conclusão. A ideia é que os jovens possam continuar morando na cidade, sem ter que buscar um grande centro para prosseguir na carreira. As bolsas são de R$ 1.350 para alunos e ex-alunos do Ensino Médio e R$ 1.500 para alunos que estejam cursando o Ensino Superior na rede pública de ensino.

Presenças Participaram da solenidade de adesão os secretários estaduais de Planejamento, Guto Silva, de Educação, Roni Miranda Vieira, e de Inovação Modernização e Transformação Digital, Marcelo Rangel. O lançamento oficial do programa está marcado inicialmente para o dia 29 de abril.

O governo ainda não anunciou todas as cidades selecionadas, mas adiantou que estão previstas 3.000 vagas. No total, serão 1.500 bolsas para alunos e egressos do Ensino Médio e outras 1.500 bolsas para alunos do Ensino Superior que estudam nas universidades estaduais do Paraná. A ideia é formar 1.000 alunos por ano, sendo 500 de cada categoria, totalizando as 3.000 qualificações.

A ideia é que sejam formados 60 alunos por município ao final dos três anos do projeto. O objetivo é que os futuros profissionais atuem em suas cidades após a conclusão do projeto, contribuindo para o desenvolvimento econômico e a geração de valor na estrutura produtiva local.

Leia também