Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná
Matinhos 57 anos 1500 x 250

Projeto autoriza servidores públicos a prestar ajuda voluntária ao Rio Grande do Sul

Requião Filho e Arilson Chiorato | foto: Valdir Amaral

Deputados apresentam proposta que permite licenciamento remunerado de servidores paranaenses, por até 5 dias por mês, durante o período de calamidade pública, decorrente de tragédias climáticas.

Um grupo de 15 deputados estaduais do Paraná assinou uma proposta de lei, que foi protocolada nesta segunda-feira (20), para autorizar, em caráter excepcional, o licenciamento remunerado de servidores dos três poderes para prestação de auxílio voluntário ao estado do Rio Grande do Sul. A ideia é liberar os servidores para ajudar o povo gaúcho, durante cinco dias por mês, quanto perdurar o estado de calamidade pública.

O texto da proposta alerta também para a necessidade de autorização do chefe imediato do servidor, de forma que fique assegurada a manutenção da prestação dos serviços essenciais no Paraná, e apresentação de relatório de atividades desenvolvidas durante o período.

A iniciativa partiu do deputado Requião Filho e foi prontamente apoiada por outros 14 parlamentares, que assinam a coautoria do projeto. São eles: Cristina Silvestri, Tercílio Turini, Ney Leprevost, Ana Júlia, Arilson Chiorato, Douglas Fabrício, Cobra Repórter, Samuel Dantas, Goura, Cloara Pinheiro, Luciana Rafagnin, Dr Antenor, Professor Lemos e Gilberto Ribeiro.

“É preciso que todos, neste momento, deem as mãos, pela reconstrução do estado gaúcho. Somos todos igualmente brasileiros e precisamos ser solidários, dentro das nossas competências de atuação. Além dos recursos de R$ 2 milhões que a Assembleia Legislativa do Paraná destinou para ajudar o Rio Grande do Sul, esta é uma forma de também de incentivarmos nossa equipe a colaborar de maneira direta”, justificou Requião Filho.

Leia também