Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Guaratuba mostra vontade de debater Plano de Desenvolvimento Sustentável

A participação de Guaratuba na primeira reunião do Plano para o Desenvolvimento Sustentável do Litoral impressionou os organizadores a acabou gerando até a necessidade de acomodar tantos interessados em fazer parte da Equipe de Acompanhamento do Plano.

A Oficina de Engajamento do PDS_Litoral lotou o Plenário da Câmara de Vereadores, de 120 lugares, na tarde de terça-feira (17). Além dos funcionários públicos que acompanharam o prefeito Roberto Justus, incluindo secretários, o presidente da Câmara, Mordecai de Oliveira, outros vereadores e assessores, também foi marcante a presença de professores, estudantes e membros de conselhos e ONGs. Uma ausência percebida foi a de empresários e de sua entidade, a Associação Comercial – Acig.

Conflitos e consensos

Os objetivos da reunião eram explicar o que será o chamado PDS_Litoral, mostrar o plano de trabalho e escolher as pessoas do município que vão ajudar os técnicos do Governo do Estado e do consórcio de empresas escolhidas para elaborar o estudo.

Os guaratubanos aproveitaram para dar opiniões, destacar pontos e marcar posições, principalmente em relação aos conflitos entre as visões de desenvolvimento econômico, empresarial, social e ambiental. Houve um consenso da necessidade de planejar ofuturo da cidade e da região. Foi uma amostra do que será o debate que vai se estender até 2019.

Equipe de Acompanhamento

O prefeito Roberto Justus indicou os seis membros governamentais entre representantes das secretárias de Meio Ambiente, Turismo, Bem Estar Social, Urbanismo e a Procuradoria.

As seis vagas não governamentais acabaram sendo dilatadas para sete, com dez pessoas. Sem nenhum representante presente à reunião, o plenário acatou a sugestão de guardar duas vagas para os setores da pesca e da agricultura. As ausências foram justificadas pela grande distância da área rural e por haver uma reunião de pescadores acontecendo no mesmo momento, também na Câmara de Vereadores.

No Plenário, diversas pessoas se apresentaram como candidatos e acabaram tendo de ser reunidas por segmento, com um membro titular e um suplente: as professoras de ensino médio da rede estadual Sandra Mara Bueno e Paulina Muniz (que também é vereadora); os professores de ensino superior Rodrigo Arantes Reis (UFPR) e Saulo Gomes Karuat.

Duas vagas para ong/conselho/associação ficaram com 3 representantes: Fabiano Cecílio da Silva, Marcos Wasilewski e Dariane Brisolla; a última vaga ficou com o estudante de gestão Ambiental da UFPR Litoral, Valner Wasilewski.

As oficinas de engajamento estão acontecendo em todas as sete cidades do Litoral. Na semana que vem a etapa encerra em Paranaguá (quarta, 25) e Antonina (quinta, 26).

Audiências Públicas – A formulação dos planos de cada município vão ser feitas junto com um plano para toda a região. OS resultados dos levantamento e estudos técnicos, da colaboração dos representantes dos municípios, dos técnicos do Estado e do Ministério Público terão de ser debatidas e aprovadas pela população em audiências públicas.

Próximas Oficinas Públicas do PDS_Litoral
Paranaguá: Quarta-feira, dia 25, às 15h30, no Teatro Municipal Rachel Costa – Rua XV de Novembro, 87 – Centro Histórico
Antonina: Quinta-feira, dia 26, às 14h, na Câmara Municipal de Antonina – Rua Vale Porto, 15 – Centro

Leia também
Comentários
Carregando...