Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Em Morretes, empresários do turismo defendem medidas de contenção

Em março, para conter o avanço da covid-19, empresários do ramo do turismo de Morretes suspenderam voluntariamente suas atividades. Agora em julho, com os casos da doença em alta, eles querem conscientizar toda a população sobre a importância das medidas de contenção para proteger a saúde da população e como melhor solução para a futura retomada das atividades econômicas.

Junto com a Prefeitura, o Morretes Convention & Visitors Bureaulançou campanha “Morretes Destino Certo”. A campanha está disponível nos canais @prefmorretes, @visitemorretes e no Youtube.

A iniciativa reforça medidas já regulamentadas pelo município, como obrigatoriedade do uso de máscara, proibição de aglomerações e protocolos rígidos de distanciamento social e as barreiras sanitárias. A Prefeitura de Morretes implantou barreiras nas duas entradas do município: na Estrada da Graciosa (PR-410) e na PR-408. É proibida a entrada e a circulação de veículos, bicicletas, motocicletas ou similares que transportem turistas ou pessoas de outros municípios, “cuja justificativa para a entrada ou permanência no município seja a prática de turismo, de esportes, de lazer, de descanso”.

A campanha também pede colaboração da população com os profissionais que estão na linha de frente, protegendo a cidade.

Uma medida implementada foi a proibição da entrada de pessoas que não residem em Morretes, desde o dia 9 de abril, o que impactou diretamente no turismo do município, que já registra prejuízo de aproximadamente R$ 8 milhões entre os meses de março e junho.

Em todo o Paraná, a pandemia também registrou impacto econômico no setor turístico: 50,6% dos entrevistados pela pesquisa realizada pela Paraná Turismo apontam que as restrições impostas pelo surto do novo coronavírus impactará até 75% da receita em 2020.

De acordo com o levantamento realizado pela Universidade Estadual de Londrina, mais de 40% da população ativa em Morretes está empregada direta ou indiretamente pelo setor de turismo. O número também gera impacto na arrecadação de impostos, principalmente de ISS.

“De forma indireta, todos dependem do turismo, porque a economia recebe uma injeção grande desse setor há muitos anos. A interrupção das atividades impacta bastante a cidade”, comenta o presidente do Morretes Convention & Visitors Bureau, Lourenço Malucelli.

Empreendedora do setor do turismo na região, Tatiana Perim afirma que a urgência no momento é conscientizar a população para que as medidas de contenção da doença sejam seguidas e a retomada do turismo aconteça o mais rápido possível. “É imprescindível que toda a população adote as medidas preventivas para evitarmos um avanço acelerado da doença. O quanto antes contivermos os índices na cidade, mais rápido poderemos pensar na reabertura cautelosa do turismo, que é uma das principais fontes de renda da região”, destaca.

O Morretes Convention & Visitors Bureau é uma entidade sem fins lucrativos, formada por 15 empresas para apoiar o turismo local. São restaurantes, pousadas, parques, hotéis e comércios.

De acordo com o último informe da Secretaria de Estado da Saúde, Morretes já teve 172 casos confirmados. Boletim atualizado da Secretaria Municipal da Saúde neste domingo (26), aponta que foram 202, com 159 pessoas recuperados. São, portanto, 43 casos ativos, mas há 70 ainda em investigação. A cidade teve uma morte provocada pela covid-19.

Fonte: Morretes Convention & Visitors Bureau

Leia também
Comentários
Carregando...