Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Governo prorroga Operação Verão Consciente até o dia 8

Reunião no Palácio Iguaçu definiu atuação das forças de segurança – Foto: José Fernando Ogura / AEN

O governador Ratinho Junior prorrogou a Operação Verão Consciente no Litoral e no interior até a data da vigência das novas medidas de combate à covid-19. De acordo com a Rádio Litorânea, a decisão atende um pedido do deputado estadual Nelson Justus.

“O pedido foi realizado durante a reunião que aconteceu esta sexta-feira (26) entre e as lideranças do Estado do Paraná sobre o Decreto 6983/2021, que entra em vigor à zero hora deste sábado (27)”, informou a emissora. Em entrevista à rádio, nesta sexta-feira (26), ele justificou a solicitação: “Eu agradeço ao governador, porque é muito importante que as pessoas entendam de uma vez por todas que o momento é muito difícil, e nós todos temos uma responsabilidade como membros da sociedade e como seres humanos de nos ajudar mutuamente.”

“Quando eu pedi que fosse prorrogada a Operação Verão, foi porque o poder da Polícia é muito importante. Cabe ao Governo do Estado manter e fiscalizar este Decreto. Somos totalmente favoráveis ao Decreto.”, disse à rádio.

Estratégias

Em reunião no Palácio Iguaçu com a cúpula das forças de segurança do Paraná, o governador definiu as estratégias de fiscalização nas regiões com operação Verão e em todo o Estado. “O pedido é para agir com rigor contra iniciativas que causem aglomerações, como festas clandestinas”, informou a Secretaria de Estado da Segurança Pública.

Entre outras ações, o novo decreto do governador suspende o funcionamento dos serviços e atividades considerados não essenciais em todo o Estado e a amplia na restrição de circulação das pessoas, que passa a vigorar entre as 20h e as 5h. O mesmo vale para a comercialização e o consumo de bebidas alcoólicas em espaços de uso público ou coletivo, estendendo-se a vedação para quaisquer estabelecimentos comerciais.

Rigor na fiscalização

O secretário da Segurança Pública, Rômulo Marinho Soares explicou que a ordem é para atuar com rigor em casos de desobediência ao decreto. “Usaremos o bom senso com quem merece. Para comportamentos inadequados vamos apertar um pouco mais, usar a lei. Levar para a delegacia, lavrar boletim de ocorrência e prender se assim se fizer necessário”, disse.

O secretário ressaltou também que o planejamento prevê o prolongamento da operação Verão Consciente, mantendo a vigilância em pontos de veraneio do Estado, como o Litoral e prainhas de água doce, localizadas no Interior, em represas e rios. “Era para finalizar a operação no dia 1º, mas vamos estender por mais uma semana para acompanhar a validade do decreto”, afirmou Marinho.