Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Hospital Regional do Litoral entra em greve

Funcionários do Hospital Regional do Litoral, em Paranaguá, entraram em greve na manhã desta quinta-feira (12). Rumo do movimento será discutido em assembleia nesta sexta (13).

De acordo com o Sindsaúde – sindicato da categoria – a adesão chega a 70%. A Secretaria Estadual da Saúde informou ao jornalista Oswaldo Eustáquio, da Gazeta do Povo, que apenas 13% dos funcionários pararam.

Na manhã desta sexta-feira (13), o SindSaúde realiza assembleia em Curitiba para decidir os rumos da greve. Os profissionais também estão mobilizados contra o pacte de medidas que o governador Beto Richa retirou da Assembleia depois das manifestações lideradas pelos professores, mas que poderá voltar à Ordem do Dia na segunda-feira após o Carnaval, dia 23.

O SindSaúde também aponta diversos “calotes” do governo contra a categoria. Leia texto divulgado no site do sindicato:

Terço de férias – Desde dezembro, o governo parou de pagar o terço de férias, que é o percentual do salário que os trabalhadores devem recebem quando entram em férias.

Auxílio-Alimentação – O benefício no valor de R$ 103, pago a 1.400 servidores que recebem até dois salários mínimos, também parou de ser pago em dezembro. Com isso, o governo já deve aos servidores o auxílio alimentação referente a dezembro, janeiro e fevereiro.

Horas extras – Em janeiro, o calote foi em direção às horas extras. Quem trabalhou, foi surpreendido com um contracheque que veio sem pagar as horas extras. E todo mundo sabe que com a falta de servidores na área da saúde, são as HE que garantem as escalas nos hospitais.

“Não bastassem os calotes, o governo veio com o seu pacotaço e tratoraço, com objetivo único de abocanhar direitos conquistados pelo funcionalismo. O pacote de maldades vem em forma de dois projetos de lei”.

Leia também
Comentários
Carregando...