Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Governo federal vai garantir direitos das novas profissões de guias de pesca e de turismo de aventura

Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA), Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e Ministério do Turismo (Mtur) vão trabalhar em parceria para garantir os direitos dos condutores de turismo de pesca. Mtur e MTE também farão uma parceria para defender os condutores de turismo de aventura.

As profissões foram reconhecidas em fevereiro deste ano pela nova Classificação Brasileira de Ocupações (CBO) do Ministério do Trabalho. A mesma atualização, incluiu a profissão de condutor de turismo de aventura.

“Guia de pesca” – Condutor de turismo de pesca é o profissional que presta apoio à pesca amadora – apontando, por exemplo, melhores e mais seguros pontos de pesca – conhecidos popularmente por guias de pesca, piloteiros ou pirangueiros

Segundo dados da Associação Nacional de Ecologia e Pesca Esportiva (Anepe), o Brasil conta com mais de 60 mil profissionais.

O reconhecimento da profissão é um passo fundamental para os guias de pesca – geralmente trabalhadores com origem na pesca artesanal – serem contratados por hotéis e empresas como condutores de turismo de pesca, com todas as garantias sociais inerentes, como seguridade social, férias e 13º salário.

Turismo de Aventura – O condutor de turismo de aventura planeja e desenvolve atividades de aventura em meio natural ou artificial, conduz grupos em trilhas, esportes radicais, acampamentos e aplica técnicas de sobrevivência, segurança e bem estar do viajante.

 

Leia também
Comentários
Carregando...