Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Professores do Litoral promovem atos no feriado de 1º de Maio

Foto: passeata em Paranaguá (quinta-feira, 30) – Foto: APP Sindicato Paranaguá
Foto: passeata em Paranaguá (quinta-feira, 30) – Foto: APP Sindicato Paranaguá

Professores e alunos das escolas estaduais no Litoral permanecem mobilizados durante o feriado do Dia do Trabalhador (1º de maio). Estão programados atos em pelo menos duas cidades: Matinhos e Guaratuba.

Durante a semana, de toda a região partiram caravanas em direção a Curitiba para acompanhar a votação na Assembleia Legislativa do projeto de reforma da Paraná Previdência, que terminou com a violência da Polícia Militar contra os professores. Até o momento, o Correio não confirmou se algum dos professores do Litoral está entre os mais de 200 feridos.

Em Guaratuba, boa parte dos professores permaneceu na cidade durante do dia mais violento, nesta quarta-feira (29). Eles participaram do desfile cívico em comemoração aos 244 anos da cidade e fizeram um protesto na avenida que foi muito aplaudido pela população.

A mobilização continua neste sábado (2), a partir das 14h, com uma passeata saindo da Praça Central (praça Coronel Alexandre Mafra).

Em Matinhos, os professores programaram manifestações logo cedo, neste feriado de 1º de Maio: uma recepção aos turistas, às 8h, na Rodoviária. Às 10h30, participam da Missa do Trabalhador, na Igreja São Pedro, no Centro. Às 15h, farão um ato no Campo do Chico (Estadio Celso Pampuch), na rua Irati, no bairro Bom Retiro. As manifestações contam com apoio da APP-Paranaguá.

Em Paranaguá, os professores saíram às ruas nesta quinta-feira (30). Depois de uma passeata se concentraram na praça Fernando Amaro e fizeram um protesto contra a violência do Governo do Paraná em frente ao Núcleo Regional de Educação.