Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Caminhada em Guaratuba é selecionada para capacitação na Seet

Foto: Divulgação/Seet
Foto: Divulgação/Seet

O projeto “Caminhada Orientada e Monitorada” foi um dos selecionados para um curso do governo estadual de capacitação para elaboração de projetos e captação de recursos do governo federal.

Os recursos são Ministério do Esporte e os governos estaduais entram com o apoio técnico. Em todo o Paraná foram apresentadas 72 propostas, mas a Secretaria de Estado do Esporte e do Turismo (Seet) só vai dar o curso para 16.

O projeto de Guaratuba foi apresentado pelo diretor e coordenador de eventos da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, Marcelo Tadeu Mariucci Mascarin. Sua participação foi destaque no site da Seet, que esteve envolvida na denúncia de boicote aos Jogos de Integração da Terceira Idade promovido por Guaratuba, e mereceu uma das duas fotos da matéria publicada nesta quinta-feira (25) – a outra é do secretário Douglas Fabricio (PPS). Mascarin é justamente o coordenador dos jogos que não tiveram apoio da Seet. Leia: Secretário de Esporte de Guaratuba confirma boicote da secretaria estadual

De acordo com a Seet, o projeto de Guaratuba só depende da captação dos recursos. A proposta cria a “Caminhada Orientada e Monitorada”, que visa envolver 15 mil pessoas durante a época de temporada de verão. O evento que será realizado na orla da praia tem o objetivo de atender população local e veranistas. “Além de realizar na temporada, queremos também promover durante o ano mensalmente”, afirmou o coordenador.

 

Curso

O curso da Seet fornece apoio técnico para formatação adequada de propostas encaminhadas ao Ministério dos Esportes. Três manifestações de projetos foram apresentadas: esporte de participação, rendimento e educacional.

O evento foi organizado pelo gestor de Supervisão de Inovação e Desenvolvimento, Antônio Carlos Dourado, e a coordenadora de Ação Estratégica, Joselene Anjos. Solange Duarte, que integra o núcleo de convênios da secretaria, orientou sobre a inscrição de projetos no sistema Siconv, do Governo Federal. “É importante buscar recursos para viabilizar propostas. Há disponibilidade de dinheiro. Por isso a orientação é essencial para a inscrição”.

Já a professora Márcia Oliveira, da assessoria de Assuntos Estratégicos da SEET, apontou outras entidades como alternativa de angariar recursos. “Temos instituições bancárias, agências de fomento e grandes empresas que lançam editais que atendem o terceiro setor e a administração pública. Hoje há a cultura da responsabilidade social corporativa que viabiliza diversos projetos sociais”, disse.

Com informações da Seet e arquivo CorreiododoLitoral.com
Foto: Divulgação/Seet

Leia também
Receba nossa notícias em seu e-mail.
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...