Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Governo faz cortes na segurança para a Operação Verão

Coronel Adilson Castilho Casitas em coletiva com a imprensa sobre a Operação Verão
Foto: Casa Militar

A operação Verão começa discretamente, nesta quinta-feira (22), com redução do efetivo policial e com viaturas alugadas.

Em entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (20), o chefe da Casa Militar e coordenador do Verão Paraná 2016/2017, coronel Adilson Castilho Casitas, informou que serão mobilizados 1.465 policiais militares e bombeiros para o Litoral e o interior. Na temporada anterior, eram 1.663 militares estaduais, segundo o próprio governo.

“Reduzimos o contingente administrativo. Com tranquilidade, [reduzimos] em torno de cem policiais que não fariam falta na atividade efetiva de policiamento ostensivo”, disse o coronel ao jornal Tribuna do Paraná.

De acordo com o Governo, locação de 50 viaturas para a Polícia Militar no Litoral evita o deslocamento de viaturas de outras cidades. Para os moradores da região, cria uma incerteza sobre a permanência dos veículos após o verão.

Os custos do Verão Paraná desta temporada, de acordo com o coronel, será em torno de R$ 27,5 milhões, incluindo despesas gerais como pessoal, veículos, equipamentos, locação de pousadas, diárias, entre outros.

“Fizemos alguns ajustes orçamentários, mas mantendo aquilo que é necessário para dar o devido atendimento à população que estará em férias”, disse o coronel Casitas, segundo a Agência de Notícias do Paraná, da Secretaria de Comunicação Social do governo.

As polícias Militar, Civil e Científica, a Criminalística e Instituto Médico Legal (IML) estarão empenhadas com efetivo permanente e reforçado nos municípios litorâneos para garantir mais segurança, e também fornecer atendimento mais rápido e eficiente ao cidadão.

“No aspecto da segurança pública, estarão todos envolvidos e integrados com sistema de prontidão permanente, nas 24 horas do dia, com número suficiente de veículos para atender o cidadão”, afirmou o coronel. Ele afirmou que a Polícia Civil terá reforço de policiais nas delegacias dos municípios, além da prestação de serviços de identificação e investigação

Já a Polícia Militar fará policiamento nas ruas, pontos turísticos, praças e outros locais públicos, além da presença ostensiva na orla marítima com policiamento preventivo a pé, com bicicletas, motos e automóveis, além de embarcações e aeronave. O policiamento incluirá blitz educativas para alertar pedestres e condutores sobre a educação no trânsito.

As atividades terão o reforço das unidades especializadas da PM, como o Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) com um helicóptero que auxiliará tanto nas atividades preventivas e repressivas de segurança quanto em resgates e remoções aeromédicas de pessoas que estejam com quadro de saúde grave.

O Instituto de Criminalística terá dois postos (Guaratuba e Matinhos), criados especialmente para atender a demanda do Verão Paraná 2016/2017 e reforçar o atendimento à comunidade com médicos, peritos e outros técnicos da área.

Nas rodovias estaduais o Batalhão de Polícia Rodoviária estará com efetivo reforçado nos postos para prestar orientações e fazer fiscalização do cumprimento da legislação de trânsito, da documentação obrigatória e das condições dos veículos. Também haverá operações pontuais com radares fotográficos e bafômetros e de Lei Seca.

Patrulha do Sossego – braço da Ação Integrada de Fiscalização Urbana (AIFU) da Polícia Militar – também estará na operação com equipes para atuar especificamente em ocorrências de perturbação do sossego e da tranquilidade. “Pedimos às pessoas que respeitem o direito do seu vizinho, da pessoa que está o seu lado, na utilização de qualquer tipo de aparelho sonoro porque esse é um ponto em que estaremos intensificando a fiscalização com a Patrulha do Sossego para evitar que as pessoas que querem descansar sejam prejudicadas”, salientou Casitas.

Rodovias – O Departamento de Estradas de Rodagens do Paraná (DER-PR) desenvolverá ações educativas desde a chegada dos motoristas ao Litoral, repassando informações para evitar acidentes e também despertar a atenção dos condutores quanto à situação de veículos e motoristas. Serão feitas ainda fiscalizações em ônibus e vans nos dias de grande movimento para verificar a documentação, equipamentos obrigatórios de segurança, bem como as condições de circulação do veículo.

A ação visa evitar o transporte clandestino e irregular de pessoas e garantir mais segurança e qualidade no transporte viário aos cidadãos. “O Governo sempre recomenda, dentro da particularidade de cada segmento envolvido, quando a pessoa já tiver saindo de sua casa que faça a revisão correta do seu veículo antes de pegar a estrada e iniciar a viagem, que dirija respeitando a sinalização de trânsito com toda a calma”, reforça o coronel Castilho.

É importante que o motorista, antes de viajar, adote medidas preventivas para evitar transtornos na estrada. Os profissionais do DER verificarão a documentação da empresa (registro), do veículo (registro, seguro), da viagem (licença, lista de passageiros, nota, contrato de prestação de serviço) e do motorista (habilitação, curso e carteira de saúde), bem como equipamentos obrigatórios, como cintos e tacógrafo.

Segurança no mar – A segurança dos veranistas será complementada com o reforço do Corpo de Bombeiros e a presença de centenas de guarda-vidas nos balneários e locais com maior concentração de veranistas para orientar quanto ao banho no mar, cuidados para evitar afogamento e outras situações de perigo à vida. Para tanto, os banhistas poderão se orientar pelas bandeiras de sinalização na areia antes de entrar no mar.

Entre as bandeiras vermelha e amarela, dispostas em pares ao longo da praia, sempre haverá um Posto de Atendimento de guarda-vidas. Esse local é mais seguro e sempre haverá a presença de um profissional. Quando houver a bandeira verde, significa que a água está tranquila para a prática de banho e natação.

Nos locais onde houver a bandeira amarela significa que o banhista deve estar atento para as ondas, pois o mar pode estar mais perigoso. Já a bandeira vermelha aponta que o local não é indicado para veranistas e as pessoas não devem entrar na água.

Quando o cidadão for até um local e se deparar com uma bandeira preta, significa que a área não tem um posto de guarda-vidas. “Os veranistas devem respeitar as orientações dos guarda-vidas, sempre procurando um local que tenha esse profissional para ir à praia tomar seu banho de mar”, afirmou Castilho.

Educação no trânsito – O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) terá uma gama de serviços e atividades para alertar a população sobre a educação no trânsito. Motoristas terão acesso a serviços relacionados à habilitação e veículos, e as crianças, por sua vez, a atividades sobre as consequências que a irresponsabilidade ao volante pode causar.

Nos pontos de atendimento, os usuários poderão ainda esclarecer dúvidas, se cadastrarem no Sistema do Detran Fácil, uma ferramenta na Internet que disponibiliza ao cidadão serviços como segunda via da CNH, permissão internacional para dirigir, extrato de débitos do automóvel e agendamento de cursos de reciclagem, entre outros.

O cidadão também poderá receber informações sobre o pagamento do IPVA e DPVAT, entre outras situações. Para atuar no combate à embriaguez no trânsito, o Detran promove a campanha “Se Liga no Trânsito – Se beber não dirija”, que desde 2012 atua na temporada de verão com atividades lúdicas e descontraídas.

Com informações da ANPr

Leia também
Receba nossa notícias em seu e-mail.
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...
error: Content is protected !!