Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná
Matinhos abril 24 Curtiu a Diferença 1070 200 iluminação

Família diz que falou com Samir Rech e que susto do “desaparecimento” passou

samir-rech-detalheFamiliares do empresário Samir Rech informam que conversaram com ele por telefone, no início da noite, e que o susto do “desaparecimento” passou. Parente do empresário leu a notícia no Correio do Litoral.com e solucionou o mistério.

Ele era tido como desaparecido por familiares e amigos. De acordo com as informações que a família em Guaratuba tinha, Samir teria saído às 8h30 da segunda-feira (30) de Penha (SC) para retornar a Guaratuba, num percurso de aproximadamente 140 quilômetros que deveria demorar no máximo duas horas. Samir Rech foi à cidade catarinense no sábado para visitar um irmão no balneário de Enseada.

Como ele não chegou, tentaram contato com ele, mas o telefone não era atendido. Na manhã desta quinta-feira (3), a filha de Samir esteve nas rádios Litorânea e Alternativa na intenção de obter informações dos ouvintes. Por volta do meio-dia, o Correio do Litoral.com publicou a notícia do desaparecimento a pedido de familiares e amigos e começou a receber imediatamente diversas informações através de mensagens, que começaram a ser verificadas.

 

Parente leu a notícia no Correio do Litoral.com

Por volta das 16h30, uma moradora da Região Serrana de Santa Catarina, que fica a mais de 300 Km de Guaratuba, postou um comentário no Correio afirmando que Samair estava em um lugar “onde não funciona celular”.

Em contato inbox pelo Facebook e pelo telefone, a leitora, que pediu para não ser identificada, assegurou que Samir Rech “estava bem” e que a família em Guaratuba já havia sido contatada. Ela mesma apagou o comentário em seguida. O Correio informou a família, que conversou com a fonte, que é uma parente.

Ela reafirmou o que disse à reportagem e deu detalhes da localização de Samir que não repassou ao Correio. No início da noite, segundo um amigo da família, Samir conversou com telefone com sua filha. Pediu desculpas pelo susto involuntário e confirmou que para onde viajou não havia sinal da operadora de celular que utiliza.

Segundo uma fonte da família, o empresário deve retornar a Guaratuba nos próximos dias.

Leia também