Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná
Matinhos abril 24 Curtiu a Diferença 1070 200 iluminação

Litoral do Paraná tem 680 indígenas, apenas 0,23% da população

Os primeiros resultados do Censo 2022 sobre indígenas foram divulgados ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No Censo de 2010, o IBGE contou 896.917 pessoas indígenas, o que correspondia a 0,47% da população residente no país, revelando que a população indígena aumentou quase 90% em 12 anos. 

Segundo o instituto, entre os motivos para esse aumento figuram o aperfeiçoamento do mapeamento de localidades indígenas em todo o país, inclusive nas cidades e em áreas remotas. Para lideranças, como a ministra dos Povos Indígenas Sônia Guajajara, o pertencimento favoreceu que pessoas que vivem em áreas urbanas também pudessem se reconhecer e se apresentar como indígenas. Há também estimativas das lideranças indígenas de aumento considerável nas aldeias de crianças e jovens.

No Paraná, o Censo mostrou que são 30.460 indígenas em 345 das 399 cidades, apenas 0,27% da população total do Estado. No Litoral são 680 pessoas autodeclaradas indígenas, nas sete cidades da região. Eles representam menos ainda: 0,23% dos 301.405 habitantes da região.

Confira os números de cada cidade: Paranaguá (204 indígenas), Pontal do Paraná (128), Morretes (84), Guaraqueçaba (81), Matinhos (75), Guaratuba (72) e Antonina (36).  A cidade com maior presença indígena é Guaraqueçaba, com 1,09% da população, e a menor é Paranaguá, com 0,14%.

Leia também