Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

MP alerta sobre denúncia falsa e incentivo à violência

denuncia-falsa-guaratuba-segurançaO Ministério Público do Paraná divulgou nesta quarta-feira (7), uma nota de esclarecimento sobre boatos que estão correndo nas redes sociais sobre sequestros e mortes violentas de crianças em Matinhos.

Em Guaratuba, a notícia falsa continua sendo reproduzida, inclusive em um grupo de discussão onde se defende claramente o uso de violência para combater o crime. No post da denúncia falsa aparece um suposto retrato falado de uma mulher de pele negra com a seguinte mensagem (com todos os erros): “Cuidado gente essa mulher da foto esta roubando crianças em pontal e matinhos ela pode estar em guaratuba e é perigosa tem varios omicidios nas costas ajudem a compartilhar para q ela seja encontrada e presa”. Pelo menos um site de notícias de Pontal do Paraná chegou a divulgar o boato como fato e já pediu desculpas aos leitores.

De acordo com os boatos, uma mulher estaria sequestrando crianças para realizar rituais macabros. Segundo o MP, em Matinhos não há nenhuma denúncia ou informação de sequestro junto à Polícia Civil ou à Promotoria de Justiça.

A nota do Ministério Público foi divulgada em decorrência da morte ocorrida no sábado (3), em Guarujá (SP), quando a dona de casa Fabiane Maria de Jesus, 33 anos, foi morta por linchamebte depois de falsa denúncia no Facebook. A imagem divulgada em Guaratuba, matinhos e Pontal do paraná é a mesma reprodução de um retrato falado feito no Rio de Janeiro em 2012 e publicado em Guarujá.

Pontal 40 milhões

O MP pede que as pessoas comuniquem imediatamente as autoridades policiais caso obtenha informações sobre qualquer tipo de crime e que não adotem qualquer medida extrema, como agressões a suspeitos, pois estarão sujeitos ao risco de cometerem injustiças, além de serem responsabilizadas criminalmente.

Leia também

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More