Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná
Matinhos Matinhos abril 24 Curtiu a Diferença 1070 200 iluminação

Pedágio mais caro confirma alertas feitos por Requião Filho na Assembleia

Deputado vem chamando atenção sobre o alto preço do novo modelo de pedágio no Paraná há pelo menos três anos.

Deputado atende imprensa | foto: Eduardo Matysiak

Mais praças de pedágio e tarifas mais caras. Esta será a nova realidade dos motoristas que cruzarão as rodovias paranaenses a partir deste ano. Com a autorização da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para iniciar a cobrança da tarifa básica de pedágio nas praças de pedágio do lote 2 de concessão, vieram também os novos valores que serão pagos, inicialmente, daqui pra frente.

O trecho da BR-277 sentido Litoral, por exemplo, contará com uma das cobranças custando R$ 22,60 para automóveis, caminhonetes e furgões, podendo chegar a R$ 135 para caminhões com reboque de oito eixos.

O deputado estadual Requião Filho, que vem chamando atenção sobre os altos valores do novo modelo de pedágio criado no Governo Bolsonaro, com apoio do Governador Ratinho Júnior e assinado – sem questionamentos, pelo Governo Lula, lamentou a nova tabela anunciada.

“E é só o início! Não tem tarifa mais barata. Aconteceu exatamente o que nós havíamos alertado. Nem começou e já tem correção de preço em cima da tarifa. É uma cópia do pedágio antigo, sem garantia de obras e que vai gerar problemas para a economia paranaense. O Paraná, nas próximas três décadas, vai sofrer com esse pedágio e não foi por falta de aviso”, declarou.

Leia também