Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná
Matinhos Matinhos abril 24 Curtiu a Diferença 1070 200 iluminação

Promotoria pede prevenção de incêndio em escolas de Antonina

A 1ª Promotoria de Justiça de Antonina expediu recomendação administrativa à Prefeitura para que apresente providencie projeto de prevenção de incêndio em duas escolas municipais.

A Prefeitura tem 15 dias para encaminhar os projetos ao Corpo de Bombeiros.

Conforme o documento, os Bombeiros terão que fazer, em 30 dias, novas vistorias nas escolas para verificar se houve melhorias. O Ministério Público na comarca esclarece que, em caso de reprovação nas vistorias, pode ser solicitada a interdição dos locais, bem como o ajuizamento das ações cabíveis.

A Recomendação foi expedida após o Corpo de Bombeiros informar à Promotoria de Justiça que as escolas municipais Otávio Secundino e Doutor Miranda Couto foram reprovadas nas vistorias por não possuírem projetos de prevenção de incêndio.

A promotora de Justiça Kelly Vicentini Neves Caldeiras informa que desde agosto o poder público não tomou providência alguma para sanar a situação, o que coloca os estudantes em risco.

Fonte: MP-PR

 

Ruínas do Armazém Macedo são cedidas para o Município

Armazém Macedo - AntoninaNo último dia 18, através da assinatura de um contrato de cessão de uso, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) o antigo Armazém Macedo foi cedido ao município pelos próximos 20 anos. O que restou da construção centenária, que no passado foi residência da família Macedo e depósito de erva-mate, é propriedade da União.

Segundo o prefeito João Domero mais do que uma formalidade, o contrato de cessão de uso, assinado com a união, é uma exigência feita pelo Iphan para a revitalização do espaço e de seu anexo.

As ruínas do Armazém Macedo e anexo estão entre as construções antigas contempladas pelo PAC das Cidades Históricas.

De acordo com a arquiteta Cássica Fonseca, a revitalização do armazém Macedo e seu anexo passarão por duas etapas. “Na primeira fase, faremos a consolidação da estrutura, que prepara o local para receber a revitalização e, na segunda fase, iniciaremos a revitalização propriamente dita. A preparação da estrutura é necessária por se tratar de construção centenária”, informou.

Segundo Cássia Fonseca, ainda, serão destinados quase R$ 3 milhões para a revitalização do armazém Macedo e seu anexo.

A partir da revitalização, além de ponto turístico, o espaço que deverá ser fechado, poderá ser utilizado para diversas outras finalidades que beneficiem a cultura, educação e turismo local. “Poderá ser dada destinação ainda a ser definida pelo prefeito que beneficie os munícipes”, comentou a arquiteta.

As obras no armazém Macedo e anexo devem iniciar no segundo semestre de 2015.

Fonte e Foto: Prefeitura de Antonina

 

Leia também