Correio do Litoral
Notícias do Litoral do Paraná

Sanepar abre licitação para esgoto de Matinhos e Pontal

Foto: Estação de Tratamento de Esgoto de Matinhos

A Sanepar divulgou o edital 170/2013 da licitação para ampliar os sistemas de esgoto de Matinhos e Pontal do Paraná. As obras devem demorar dois anos e serão executadas por empresas que vão alugar as instalações para a Sanepar por 20 anos.

O valor das obras é avaliado em R$ 199,2 milhões e o valor mensal de locação será de máximo R$ 2.112.901,60. É a primeira vez que a empresa contratará a execução de obras na modalidade de locação de ativos. “Ao contratar obras com locação de ativos, a Sanepar começa a adquirir velocidade e a encontrar caminhos na busca da universalização dos serviços de água de esgoto”, diz o presidente da Companhia, Fernando Ghignone.

De acordo com a Sanepar, em 2017, Matinhos passará dos atuais 50,64% para 95% de atendimento com sistema de esgoto. Em Pontal do Paraná, o índice saltará de 25,80% para 84%.

Pontal 40 milhões

As obras

A vencedora da licitação terá prazo de quatro anos para assentar 500.063 metros de tubulação, executar 25 mil ligações prediais de esgoto e construir 29 estações elevatórias de esgoto. O edital prevê também, neste mesmo prazo, a implantação das linhas de recalque e das instalações eletromecânicas, além de obras elétricas, o desenvolvimento dos projetos executivos e os serviços de topografia.

Em Matinhos, serão executados 250 mil metros de rede coletora de esgoto, 14 estações elevatórias, de Caiobá a Monções. Também serão remanejados 14.524 metros da rede existente e substituídas 979 ligações prediais de esgotos.

Em Pontal do Paraná serão executados 250.063 metros de rede coletora de esgoto e mais 15 estações elevatórias, distribuídas pelos balneários de Beltrame a Pontal do Sul.

Aluguel de ativos

A licitação na modalidade de locação de ativos é precedida da concessão do direito real de uso das áreas e da execução das obras. A empresa vencedora da licitação, e contratada, se torna responsável pelo aporte de recursos para a execução total das obras. A contratada deverá fornecer todos os materiais, equipamentos e a mão de obra necessária nos dois municípios.

Concluído o empreendimento, a Sanepar assume o pagamento do valor mensal de locação, durante 20 anos. Ao término do contrato, as obras são incorporadas ao patrimônio da companhia.

 

Leia também

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More